Cuiabá, 02 de Fevereiro de 2023
logo

01 de Dezembro de 2014, 10h:38 - A | A

POLÍCIA / SAÍDA DE CUIABÁ

Ciclista tem cabeça esmagada por ônibus ao atravessar rodovia BR 364

O atropelamento ocorreu na manhã de hoje (1). Com o trabalho dos agentes da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) a PRF teve que bloquear parte da pista. A via só deve ser liberada para o tráfego no fim da manhã.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



O ciclista Daniel Côrrea de Oliveira, de 43 anos, morreu atropelado por um ônibus da empresa Norte Sul, por volta das 7h, desta segunda-feira (1). O atropelamento ocorreu no trecho urbano da BR – 364, no bairro Jardim Industriário, na saída de Cuiabá.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ciclista foi atingido pelo ônibus, ao tentar atravessar a pista. Com o atropelamento, o corpo foi parar embaixo do veículo. Daniel morreu na hora após ter a cabeça esmagada por uma das rodas. Em seguida, o motorista parou o carro e acionou as autoridades competentes.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Com o trabalho dos agentes da Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec), a PRF teve que bloquear parte da pista. A via só deve ser liberada para o tráfego no fim da manhã.

Policiais civis da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito também estão no local. O motorista do ônibus deve ser ouvido ainda hoje (1) pelo delegado plantonista.

Ao RepórterMT, um perito do Instituto Médico Legal (IML) afirmou que o corpo da vítima já esta fazendo o exame de necropsia e deve ser liberado para o sepultamento nas próximas horas.

MAIS CASO

Já na BR – 070, na Rodovia dos Imigrantes, em Várzea Grande, o motorista de um Fiat Uno morreu após bater de frente com um caminhão. A colisão fatal ocorreu na tarde deste domingo (30). 

À PRF o motorista do caminhão, Lázaro Celestino da Silva, disse que o Uno invadiu a pista contrária e não teve tempo de desviar, para evitar a colisão. Com o impacto, o carro foi jogado para fora da pista. O motorista morreu no local. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), para fazer necropsia e já foi liberado para o sepultamento.

Comente esta notícia