facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Julho de 2024
19 de Julho de 2024

19 de Novembro de 2017, 08h:03 - A | A

POLÍCIA / TENTOU MATAR AGENTE

Preso oitavo bandido que participou do sequestro de empresária

De acordo com a empresária, Walisson levou lanche para ela enquanto estava presa no cativeiro.

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÃO



A Polícia Civil prendeu Walisson Lucas de Souza, 20 anos, na noite deste sábado (18). Ele é o oitavo envolvido no sequestro da empresária Milene Falcão Eubank, ocorrido na sexta-feira (17), a ser preso.

Com ele, a polícia encontrou a pistola usada na troca de tiros que atingiu a cabeça do investigador Sidney Ribeiro dos Santos, lotado na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva).

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Walisson foi preso no bairro Ouro Fino, por policiais da Derrfva, Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Delegacia Fazendária e outras unidades da Diretoria Metropolitana, que reforçam as buscas aos criminosos envolvidos no sequestro e tentativa de homicídio do policial civil.

O principal suspeito de atirar no investigador é o criminoso, Kelves Gonçalves da Silva, conhecido por Kelvinho, que já esteve preso na Penitenciária Central do Estado (PCE) e é membro de uma facção criminosa. Ele também responde por homicídio investigado na Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), no caso do taxista, Douglas da Silva Dantas, encontrado próximo ao aterro sanitário de Cuiabá, ao lado do veículo, em agosto deste ano. A vítima foi amarrada e degolada.

A empresária informou que Walisson estava no cativeiro e levou lanche para ela. Ele também é um dos três criminosos que trocaram tiros com os policiais durante perseguição, na madrugada de sábado, no bairro Ouro Fino. Na ação, o investigador Sidney Ribeiro dos Santos foi atingido no rosto.

Na casa onde o suspeito foi encontrado, uma pistola 638 foi apreendida. A arma foi usada pelos criminosos e estava dentro de uma lata de lixo, no banheiro. Também foi apreendido um tablet e uma televisão.

A arma tem registro de roubo, pertencente à empresa Rainha das Armas, em Várzea Grande. O suspeito confessou a participação no sequestro.

Sete envolvidos já haviam sido presos e um bandido continua foragido.

Leia mais

Polícia estoura cativeiro e liberta empresária sequestrada; policial é baleado na cabeça

Empresária Milene Eubank é sequestrada ao buscar filho na escola em Cuiabá

Comente esta notícia

I 19/11/2017

Esse morre logo

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1