Cuiabá, 06 de Dezembro de 2022
logo

29 de Novembro de 2016, 10h:23 - A | A

POLÍCIA / LUTO NA PM

Morre policial que foi atingido por tiro no pescoço ao tentar evitar assalto

O cabo da PM, Said Francisco Canam tentou impedir um assalto, na lanchonete onde estava com a mulher, na sexta-feira (25), em Rondonópolis. Ele foi atingido ao entrar em luta corporal com os bandidos.

DA REDAÇÃO



Baleado na sexta-feira (25), ao tentar impedir um assalto, o cabo da Polícia Militar, Said Francisco Canam, 33 anos, que estava internado há quatro dias, na Santa Casa de Rondonópolis (245 km de Cuiabá), morreu na madrugada desta terça-feira (29).

Said foi baleado no pescoço após entrar em luta corporal com um bandido, tentando impedir um roubo à lanchonete, localizada no Jardim Guanabara, em Rondonópolis, onde o policial lanchava com a mulher.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O CASO

De acordo com o relato de testemunhas, dois criminosos chegaram em uma motocicleta vermelha e anunciaram o assalto ao comerciante, de 43 anos. Neste momento, o cabo da PM reagiu e entrou em luta corporal com os criminosos, que atiraram atingindo o policial.

O militar foi socorrido por populares e encaminhado ao Hospital Regional de Rondonópolis. Já o dono da lanchonete teve ferimentos na mão e foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

 

Um dos bandidos foi atingido na perna. Imobilizado pelos populares, ele foi preso e identificado como "Vitinho". O comparsa dele fugiu.

Comente esta notícia

A Candido 29/11/2016

Meus pêsames aos familiares. Muito me revolta que quando um herói morre para defender a sociedade, não aparece ninguém para enaltecer o mesmo. Diferente quando um policial comete um erro, essa página já estaria repleta de comentários caluniadores. Hipócrita! a sociedade é hipócrita. Obs. Não sou policial.

1 comentários

1 de 1