Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

07 de Dezembro de 2014, 15h:12 - A | A

POLÍTICA / CONEXÃO PODER

Secretários de Taques revelam o que encontraram 'na caixa preta' do Estado e como será gestão

Marcelo Duarte e Seneri Paludo estão 'esmiuçando' contratos das pastas que ficarão sob à responsabilidade de suas Secretarias; incentivos fiscais podem ser cortados e quem prestou serviço sem contrato pode ficar sem receber.

MARCIA MATOS
DA REDAÇÃO



Em mais um programa polêmico, o Conexão Poder deste domingo (7) trouxe uma entrevista com dois futuros secretários de Pedro Taques (PDT).


Contundentes, Marcelo Duarte, de Infraestrutura e Logística, e Seneri Paludo, de Desenvolvimento Econômico, revelaram o que já encontraram na gestão de Silval Barbosa (PMDB) e se dizem preocupados com o que Pedro Taques vai acabar herdando.

 

Eles reclamaram da dificuldade em conseguir as informações necessárias sobre suas pastas. Duarte e Paludo disparam contra a condução das secretarias que, no fim da gestão, ainda fazem aditivos para obras inacabadas, assinam novos contratos. Eles criticam a qualidade das obras, além da quantidade de dívidas, até mesmo sem contrato, que ficarão ‘penduradas’ para Taques pagar.

 

Os futuros secretários receberam do próximo chefe do Executivo a missão de realizar auditorias em suas pastas, e decidir  o que para e o que continua, principalmente no caso de Seneri Paludo que está ‘esmiuçando’ os casos de incentivo fiscal e analisando quais serão renovados.

RepórterMT

Marcelo Monteiro

Seneri Paludo será responsável pela secretaria de Desenvolvimento Econômico e terá como missão esmiuçar os benefícios fiscais concedidos pelo governo Silval Barbosa (PMDB)


Segundo Marcelo Duarte, o principal foco de sua atuação, a partir do dia 1 de janeiro, será a recuperação da malha viária para possibilitar a retirada da safra agrícola, que começa no início do ano.

Duarte revela que a própria secretaria que vai assumir não sabe ao certo a extensão da malha viária no Estado. “Pra cada pessoa que você pergunta na secretaria eles falam um número”, comentou.

Ele critica a condução do programa MT Integrado, as obras que não foram concluídas e o dinheiro que já acabou. E revela uma situação delicada. Com um universo muito grande de fornecedores que ainda não receberam pagamentos,  muitos podem ficar sem receber por terem prestado serviço sem contrato.

Seneri Paludo, que promete ter transparência junto à sociedade e os empresários, avaliou que nesta entrevista teve a oportunidade de responder o que muitos gostariam de perguntar.

“É fundamental ter esse tipo de debate com perguntas diretas, sem ‘rodeios’ isso é importante”, ressaltou.

 

RepórterMT

Marcelo Monteiro

Marcelo Duarte disse que o principal foco da sua pasta será a malha viária. No Conexão Poder deste domingo (7), Duarte revela a preocupação com o momento de escoamento dos grãos

 

Já Marcelo Duarte, que destacou que irá ser muito crítico e duro com qualquer irregularidade encontrada, frisou que entende a ansiedade da imprensa em saber detalhes do que vem ocorrendo, e afirmou que a entrevista no Conexão Poder o surpreendeu.  

“Achei excelente, me surpreendeu a maneira transparente e ao mesmo tempo descontraída que a gente conseguiu debater temas tão sérios e relevantes, e a gente percebe que são do interesse e da curiosidade  de toda população”, frisou.

Comente esta notícia