Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

29 de Dezembro de 2014, 10h:49 - A | A

POLÍCIA / VIOLÊNCIA SEM FIM

Mototaxista leva tiro no peito e tem cano de espingarda cravado no olho; suspeito é preso

Na residência, foram apreendidos vários produtos frutos de roubo, além de uma balaclava, usada para tampar o rosto.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Igor Leite de Campos, de 18 anos, foi preso nesta segunda-feira (29) acusado de ser um dos bandidos que mataram, com um tiro no peito, o mototaxista Evaldo da Silva, de 58 anos, no domingo (28), no bairro Mapim, em Várzea Grande. A vítima ainda teve uma espingarda de cano cerrado cravada no olho.

Segundo informações do 4º Batalhão da Polícia Militar, a ex-esposa do suspeito o denunciou, informando o paradeiro dele. Com isso, os policiais militares foram até a casa, no bairro Jardim Esmeralda, ainda em Várzea Grande, e o prendeu.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Divulgação 4 BPM

bandido

Igor teria matado a vítima com ajuda de outro comparsa.

Na residência, foram apreendidos vários produtos roubados, além de uma balaclava, usada para tampar o rosto.

Igor foi encaminhado a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cuiabá, onde foi descoberto também, que ele é suspeito de ter matado um homem identificado como ‘Leomar’, na região onde mora. Além de ter várias passagens na Polícia, pelo crime de roubo.

O CRIME

Na manhã de domingo (28), Evaldo foi rendido por dois homens, que anunciaram o assalto. No entanto, a vítima foi baleada ao tentar reagir. Os bandidos ainda cravaram a espingarda no rosto do mototaxista. 

Mesmo ferido, ele trafegou na moto por alguns metros pedindo socorro. Testemunhas o ajudaram, colocando-o em uma cadeira, para aguardar os primeiros socorros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Porém a vítima morreu instante depois.

Comente esta notícia