Cuiabá, 01 de Dezembro de 2022
logo

29 de Novembro de 2016, 18h:10 - A | A

POLÍCIA / "BANDIDO BOM..."

Acusado de matar cabo da PM morre durante troca de tiros com policiais

O fato aconteceu na noite de segunda-feira (28), em Rondonópolis. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encaminhou o bandido à Santa Casa. Na unidade, o bandido não resistiu aos ferimentos e morreu.

LUIS VINICIUS
DA REDAÇÃO



Vitor Teixeira da Silva, 20, morreu na noite desta segunda-feira (29), depois de trocar tiros com uma equipe de policiais militares, em um assentamento na região de Fátima de São Lourenço, no município de Santo Antônio do Leverger (27 km ao Sul de Cuiabá).

Vitor era apontado como um dos envolvidos na morte do cabo PM Said Francisco Canam, 33, que foi baleado no pescoço após impedir um assalto, na última sexta-feira (25), em Rondonópolis (212 km ao Sul da Capital) e que morreu na madrugada desta quarta-feira (29), na Santa Casa, após levar um tiro no pescoço.   

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

De acordo com informações da Polícia Militar, desde a tentativa de assalto, os policiais estavam realizando buscas com o objetivo de localizar o acusado, que era conhecido como “Vitinho”.

Na noite de segunda-feira, uma equipe de Inteligência da Polícia Militar descobriu que o acusado estaria escondido em um assentamento.

Por volta das 20h, os policiais foram até a casa de Vitor e cercaram o local. A mãe do bandido disse aos militares que ele não estava no local.

Em seguida, o bandido saiu de dentro de um dos cômodos da casa com a arma na mão e atirou contra os policiais, que revidaram.

Após o tiroteio, os policiais acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que encaminhou Vitinho ao Hospital Regional. Na unidade, o bandido não resistiu aos ferimentos e morreu.

Luto na PM

Baleado na sexta-feira ao tentar impedir um assalto, o cabo Said Francisco Canam, que estava internado há quatro dias, morreu na Santa Casa de Rondonópolis. 

Said foi baleado no pescoço após entrar em luta corporal com um bandido, tentando impedir um roubo à lanchonete, localizada no Jardim Guanabara, em Rondonópolis, onde o policial lanchava com a mulher.

Leia mais

Morre policial que foi atingido por tiro no pescoço ao tentar evitar assalto

Comente esta notícia