facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 19 de Junho de 2024
19 de Junho de 2024

31 de Outubro de 2022, 14h:40 - A | A

PODERES / "O CRIME COMPENSA"

Amália Barros lamenta eleição de Lula: “Retorno do PT é um retrocesso para o país”

Amiga pessoal da primeira-dama Michelle Bolsonaro, ela encabeçou campanha pela reeleição de Jair Bolsonaro (PL) em Mato Grosso.

DO REPÓRTER MT



A deputada federal eleita por Mato Grosso, Amália Barros (PL), lamentou a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República. Amiga pessoal da primeira-dama Michelle Bolsonaro, ela encabeçou campanha pela reeleição de Jair Bolsonaro (PL) em Mato Grosso.

“Não tenho dúvida que o retorno do PT é um retrocesso para o país. A mensagem que o país passa, é a de que o crime compensa. A minha responsabilidade na Câmara Federal se torna ainda maior”, afirmou.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

 Amália percorreu o interior do Estado juntamente de Eduardo Torres, irmão de Michelle, para aumentar a votação do atual presidente em Mato Grosso.

Segundo ela, um dos trabalhos de um parlamentar é a fiscalização do Executivo e mandou um recado para Mato Grosso. “Um dos principais trabalhos de um deputado na Câmara Federal é o de fiscalizar o executivo. E eu vou fiscalizar. Quero dizer a todos os mato-grossenses que podem contar comigo para isso”, disse a parlamentar.

O desempenho de Bolsonaro, de fato, aumentou no segundo turno em relação ao primeiro, passando de 59% dos votos válidos para 65% no Estado. O presidente conseguiu 113.864 votos a mais no segundo turno.

Amália agradeceu a todos os eleitores que a ouviram e converteram votos a favor de Bolsonaro e, mesmo na oposição ao presidente Lula, vai trabalhar em prol de Mato Grosso no Congresso Nacional.

Comente esta notícia