Cuiabá, 01 de Fevereiro de 2023
logo

23 de Janeiro de 2023, 15h:26 - A | A

GERAL / 11 FORAM EXONERADOS

Lula demite cuiabano de Coordenação Indígena após emergência com yanomâmis

Audimar Rocha Santos, coordenador distrital de Saúde Indígena do Distrito Sanitário Especial Indígena de Cuiabá, foi exonerado nesta segunda-feira.

JOÃO AGUIAR
DO REPÓRTERMT



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) exonerou o coordenador do Distrito Sanitário Especial Indígena de Cuiabá, Audimar Rocha Santos. Além dele, outros 10 coordenadores foram demitidos. A informação, divulgada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (23), foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Rui Costa.

As exonerações em cargos de coordenação dos distritos indígenas ocorrem um dia após o presidente Lula visitar as terras dos Yanomâmis, em Roraima, e constatar a situação de deficiência sanitária em que vivem os índios.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Além de Audimar, foram exonerados os coordenadores distritais de Roraima, Alto Rio Juruá, Parintins, Cuiabá, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Porto Velho, Ceará, Bahia, Interior Sul, Minas Gerais e Espírito Santo.

Leia também

Lula demite general cuiabano do comando do Exército; Só 21 dias no cargo

Também foi tirado do cargo o coordenador técnico-normativo da Secretaria-Executiva do Conselho Nacional de Saúde do Departamento de Gestão Interfederativa e Participativa da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde, Marco Aurélio Pereira.

Emergência no território Yanomâmi

Lula visitou as terras Ianomâmis neste fim de semana e constatou a situação de deficiência sanitária em que vivem os índios.

O petista disse que atuará para sanar o garimpo ilegal na região. O presidente também afirmou que a Polícia Federal irá investigar possíveis crimes ambientais cometidos na terra.

O Governo Federal também decretou, na sexta-feira (20), uma portaria que declara emergência de saúde pública na Terra Indígena Yanomâmi.

Comente esta notícia

Aham!! 23/01/2023

Conversar fiada índio venezuelano, nunca foi brasileiro e essa conversa de garimpo ilegal é pra boi dormir, que vai melhorar saúde, educação e segurança todo governo na época de eleição é a mesma coisa, só blá blá blá blá blá sou trouxa vai nessa conversa mole.

Marcelo 23/01/2023

Mas distrito Cuiabá não tem nada haver com o povo indígena yanomami, pois esse povo vive na divisa com a Venezuela no estado de Roraima, isso é divulgar desinformação e uma injustiça com o coordenador, sou profissional e trabalho no DSEI Cuiabá e vocês estão desinformando a população. Audimar Rocha foi o melhor coordenador que tivemos até o momento, consertou muita coisa errada que existia!

2 comentários

1 de 1