facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 23 de Junho de 2024
23 de Junho de 2024

26 de Novembro de 2022, 08h:00 - A | A

ENTREVISTA / PROGRAMAÇÃO MENTAL

Meditação libera potências para realizar feitos extraordinários; assista

Especialistas falam sobre o poder da meditação sendo ferramenta de programação mental

DO REPÓRTERMT



A meditação pode ser uma ferramenta determinante para ajudar profissionais a atingirem a alta performance no mercado de trabalho. Em entrevista ao Repórter MT, os professores de yoga Oseny Vicnete e Mychel Amaro disseram que a técnica, que provavelmente surgiu na China ou na Índia a 1.500 a.c, é capaz de fazer com que o ser humano libere forças internas desconhecidas. A programação mental é importante já que somos seres "programáveis" como acontece com os computadores. Como você foi programado? (Assista abaixo)

O professor Mychel explica que existem padrões de comportamento que são associados a personagens com papéis sociais como o sábio, o herói ou o criativo. As características dos chamados arquétipos podem ser identificadas nos seres humanos e em suas funções em grupo. 

"Nós somos várias personas (arquétipos) dentro da nossa mente", afirmou. 

Quando uma pessoa toma o conhecimento de que existe uma força dentro dela, mas que estava em oculto, ela passa começa a criar a consciência de que é capaz de realizar feitos extraordinários. "Isso pode ser bom ou ruim. É você que terá que dizer sobre o que você viu", explicou. 

De acordo com Mychel, o desenvolvimento do arquetipo que está sendo buscado será possível enxergar muitas potências, às vezes, ocultas no dia a dia.

Para acessar essas forças, é preciso fazer uma limpeza mental, neste caso a meditação é um ferramenta eficaz.

Ela explica que é possível entender que nós não somos os nossos pensamentos e tudo aqui que não faz parte do próprio eu.

"Essa faxina é tirar exatamente aqueles programas que foram implantados em mim".  

Veja a entrevista: 

 

 

 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia