facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Julho de 2024
22 de Julho de 2024

18 de Novembro de 2017, 12h:00 - A | A

POLÍCIA / DOIS FORAGIDOS

Polícia divulga imagens e nomes dos criminosos que sequestraram empresária em Cuiabá

Os criminosos foram encontrados 12 horas após sequestrar a empresária Milene Eubank na frente de um escola de reforça onde buscava o filho, na tarde desta sexta-feira (18).c

RAFAEL DE SOUSA
DA REDAÇÃO



A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Cuiabá divulgou, na manhã deste sábado (18), imagens e o nome dos oito criminosos criminosos que sequestraram a empresária do ramo de telefonia Milene Eubank.

Trata-se de Valdinei Pedroso de Almessi (Munrá); Mayle Siqueira de Oliveira; David Douglas Silva de Oliveira Arante (Dinho); Juciney Junior Pinheiro Leite; Vitória Aparecida Nascimento Silva; Kevin Jonson Silva de Oliveira Arante; e os menores M.C.A.A. e G.H.O.C (Biel). Dois deles continuam foragidos.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Milene foi sequestrada quando buscava o filho em uma escola de reforço, em frente ao Colégio Maxi, no bairro Quilombo, região nobre de Cuiabá, na tarde de sexta-feira (18), e só foi encontrada pela polícia 12 horas depois do crime, em um cativeiro que fica localizado no bairro Centro América, região da grande CPA, na capital.

“Incialmente tratamos como um roubo com restrição de liberdade, mas a gente foi vendo que a situação estava se agravando e, por conta disso, unimos forças com a Gerência de Combate ao Crime Organizado e passamos a tratar o caso como sequestro relâmpago”, afirmou o delegado da DERF, Vitor Hugo.

Após tomar conhecimento que a situação se agravou, o delegado afirmou que foi necessário acionar a equipe de gerenciamento de crise.

“A partir, deste momento, iniciamos um gerenciamento de crise na delegacia com todos os delegados e equipes envolvidas para conseguir vários elementos de provas para que pudéssemos chegar aos autores. Diante disso, realizamos diligências e conseguimos prender alguns e desvendar toda a situação até que chegamos ao cativeiro onde a vítima estava presa por quase 12 horas”, conclui o delegado.

Dos setes presos, duas são mulheres, sendo que os criminosos foram presos em várias ações da equipe de segurança. Um casal foi detido no bairro CPA 3, em um baile funk; outro casal preso no bairro Jardim Canaã; mais dois presos no bairro Ouro Fino, onde ocorreu à troca de tiro e o policial civil foi baleado; e um bandido preso no bairro Centro América, local do cativeiro.

O sequestro

 

0f704b43-30fc-4704-96b9-1f28a8f3f178 (1).jpg

 Milene Eubank foi sequestrada em frente a um colégio particular.

A empresária nem chegou a descer do carro, quando foi obrigada a sair do local dirigindo juntamente com os bandidos. Porém, o filho da empresária ainda não havia entrado no veículo. Acredita-se que por isso, também, não tenha sido levado pelos assaltantes.O crime, de acordo com informações da Polícia Militar, ocorreu na tarde desta sexta-feira, no momento em que Milene - que é empresária do ramo de telefonia - estava em seu carro, um Hyundai Santa Fé, quando buscava o filho em uma escola de reforço.

Milene é viúva do empresário, Jean Ayres, 42 anos, que foi vítima de explosão em um tanque de combustível, numa fazenda na região do Manso (a 100 km de Cuiabá), no dia 20 de dezembro de 2016. Ele ficou internado por vários dias, mas não resistiu aos graves ferimentos e morreu em 9 de janeiro deste ano.

Comente esta notícia