Cuiabá, 09 de Agosto de 2022
logo

20 de Dezembro de 2017, 16h:53 - A | A

POLÍCIA / ATENTADO AO PUDOR

PM se masturba dentro de carro na Getúlio Vargas; policial atira no veículo

Ao ser flagrado por colega, o PM arrancou com o veículo. O policial deu dois tiros em direção ao carro. Um acertou o pneu e outro o para-choque

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÂO



Um soldado da Polícia Militar, identificado como R.A.D., 33 anos, foi preso na avenida Getúlio Vargas, em Cuiabá, após mostrar o pênis para mulheres que passavam pelo local, no início da noite de terça-feira (19). Ele estava dentro de um carro Honda City, preto, com as calças abaixadas e se masturbando, quando foi abordado.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma pessoa, que não se identificou, disse que o homem estava próximo ao colégio Liceu Cuiabano, se masturbando dentro do veículo.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Ao chegar no local, os policiais flagraram uma mulher sendo assediada pelo militar. Ao fazer a abordagem, o soldado ainda estava com as calças abaixadas, dentro do carro, e com o pênis a mostra.

Um policial tentou arrancar as chaves do contato, porém, o homem arrancou com o veículo, arrastando ele por alguns metros. Dois tiros foram disparados em direção ao carro. Um acertou o pneu e outro o para-choque do veículo.

Houve perseguição pela Avenida Getúlio Vargas e o soldado foi preso após bater em um Corolla e entrar com o carro em um estacionamento.

Aos policiais, o homem se identificou como soldado do 7º Batalhão, no município de Rosário Oeste (128 km ao Norte de Cuiabá) – onde também mora.

Consta no boletim de ocorrência que o soldado ainda teria oferecido a quantia de R$ 1 mil para cada policial que conduzia a ocorrência, caso fosse liberado.

Ele foi algemado e encaminhado para a Central de Flagrantes (Cisc), no bairro Planalto, onde o caso foi registrado como ato obsceno, direção perigosa de veículo na via pública, corrupção ativa e desobediência.

A vítima do acidente foi orientada a registrar um boletim e ocorrência no Batalhão de Trânsito. O carro do soldado foi recolhido para o pátio do 4º Batalhão de Polícia Militar, em Várzea Grande. 

Comente esta notícia

Sebastian 21/12/2017

Os poderes judiciário e legislativo poderiam aprender com a Polícia Militar sobre como NÃO FAZER corporativismo. Parabéns aos policiais militares que mesmo diante da possibilidade de se corromperem e até mesmo proteger um colega de farda, não o fizeram. Cabe expulsão sumária desse indivíduo que tenta manchar a farda e a honra dos bravos guerreiros da Polícia Militar. Parabéns PMs!!!

Carlos 20/12/2017

Parabéns a PM, por retirar este animal da sociedade. Que sirva de exemplo para os outros orgãos. Não corporativismos com infratores da Lei. Parabéns.Parabens.

WILLIAN COSTA 20/12/2017

Mais um INOPERANTE manchando a farda da corporação da PM! No mínimo uma expulsão é válida, visto que do mesmo modo que agiu sem farda, deve espelhar quando à usa. Não merece nenhuma segunda chance.

3 comentários

1 de 1