Cuiabá, 26 de Setembro de 2022
logo

28 de Novembro de 2013, 08h:00 - A | A

POLÍCIA / FORA DE CIRCULAÇÃO

PM prende quadrilha especializada em roubo; bandidos agiam de forma violenta

Quatro pessoas foram presas, dentre elas duas mulheres. Criminosos tentaram roubar a conveniência de um posto em Rondonópolis.

DA REDAÇÃO



Quatro pessoas foram presas em flagrantes suspeitas de integrar uma quadrilha especializada em roubo à pessoas, residências e motocicletas. Os criminosos eram famosos por agir de forma violenta com as vítimas. A prisão ocorreu durante na madrugada desta quarta-feira (27), por volta das 1h30, em uma conveniência de um posto de combustível, na Avenida Pernambuco, no bairro Vila Birigui, em Rondonópolis (220 km de Cuiabá).

Segundo informações da Polícia Militar, uma guarnição fazia rondas pelas ruas do bairro Vila Birigui, quando encontrou Cristian Chaves Fernandes, de 19 anos e Crislene Fernandes Ferreira, de 30 anos, em atitudes suspeitas. Eles tentaram se afastar da viatura, mas foram abordadas pelos policiais em seguida, diante de uma denúncia de roubo na região, feita por uma das vítimas da quadrilha.

Aos policiais, os criminosos mostraram onde a arma usada no roubo estava escondida. Eles ainda entregaram os outros comparsas, dizendo que estaria em um carro próximo a conveniência assaltada.

Com isso, a guarnição foi até o local e prendeu Sofia Mikaela de Souza Birigui, de 21 anos. Ela tentou se esconder no banheiro do posto, mas foi descoberta. Já Weberton de Souza, de 24 anos, foi preso em um veículo.

O ROUBO

A vítima relatou aos policiais militares que já havia fechado a conveniência, quando as suspeitas chegaram e pediram para utilizar o banheiro. O mesmo abriu a porta e elas entraram, foram ao banheiro, permaneceram lá dentro por algum tempo e quando saíram já se aproximou o suspeito Cristian anunciando o assalto com uma arma de fogo.

Mesmo diante da ameaça da arma, o funcionário reagiu ao assalto e entrou em luta corporal com o bandido. A vítima foi esperta e travou a arma, colocando o dedo dentro do gatilho do revólver, porém Crislene o atacou por trás. Cristian atirou várias vezes no homem, mas ele conseguiu fugir, sem ser atingido. Weberton estava do lado de fora do posto em um veiculo dando cobertura a ação policial e também teria agredido o homem.

Segundo informações de outra testemunha, todos os conduzidos teriam passado nesta terça-feira (26), por volta das 21h no estabelecimento, consumido bebidas alcoólica, jogado sinuca e teriam inclusive perguntado qual era o horário de fechamento do estabelecimento, porque voltariam mais tarde ao local.

Os suspeitos detidos vão responder por formação de quadrilha, tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e roubo.

Comente esta notícia