Cuiabá, 02 de Julho de 2022
logo

Sexta-feira, 04 de Novembro de 2011, 11h:32 - A | A

CARGA EXPLOSIVA

PM apreende bananas de dinamite em casa de "familia" na Capital

DA REDAÇÃO

Policiais militares da Rotam prenderam cinco pessoas de uma mesma família que escondiam 14 bananas de dinamite, numa casa do bairro Alvorada, em Cuiabá.

No local, foram presos Paulo Henrique Oliveira, o “Paulinho do Caixa”, 18, seus irmãos Michael Nunes Oliveira, 19, e Jones Nunes de Oliveira, 21, além de seus pais.

Além da dinamite, os PMs apreenderam R$ 180 em notas de R$ 20 com tinta anti-furto instaladas em caixas eletrônicos. Na lista das apreensões consta uma espingarda e uma motocicleta desmanchada. 

Os policiais acreditam que a dinamite seja parte do carregamento roubado, há cerca de duas semanas, de uma pedreira no Distrito da Guia (27 km ao Norte da Capital), onde uma quadrilha invadiu a empresa roubou mais de 70 quilos de explosivos.

A prisão dos cinco ocorreu no início da manhã desta sexta-feira (4), após os policiais cumprirem mandado de busca e apreensão, expedido pela juíza da 9ª Vara Especializada de Delitos de Tóxicos Maria Cristina de Oliveira Simões.

Segundo os policiais, o local é conhecido como “Boca do Mique”, uma movimentada boca-de-fumo.

Eles tinham a informação de que havia dinamite escondida na residência e que faria parte de um lote roubado recentemente.

Alguns explosivos teriam sido utilizados na explosão do caixa eletrônico do Banco do Brasil, instalado na Rodoviária de Cuiabá, além de outros equipamentos, como o do Bradesco de Nossa Senhora do Livramento.

Assim que começaram a fazer as buscas, os PMs localizaram uma caixa com o explosivo, escondido embaixo da cama de um dos rapazes.

“As notas manchadas já indicam que usaram algumas bananas para detonar os caixas”, destacou um policial.

Em relação ao dinheiro, o que chamou a atenção é que se trata de notas de baixo valor, pois o alvo dos ladrões são cédulas de R$ 50 e R$ 100.

Comente esta notícia