facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Julho de 2024
22 de Julho de 2024

26 de Outubro de 2017, 08h:01 - A | A

POLÍCIA / FACADA NO PESCOÇO

Mulher confessa que matou vizinho homossexual por ciúme

A assassina conta que deu um golpe de faca no pescoço do jovem após ser atingida por um tijolo que ele jogou.

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÂO



A Polícia Civil prendeu Ângela Porto de Melo, 32 anos, pelo assassinato de Willian de Oliveira Salles, 22 anos, na madrugada desta quarta-feira (25), em Rondonópolis (212 km  ao Sul da Capital). Ao ser detida, ela confessou que a vítima era homossexual e estava com ciúme dela com um terceira pessoa.

A mulher foi presa em flagrante por policiais da 2ª Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), da Polícia Judiciária Civil.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O rapaz levou um golpe de faca no pescoço, correu até a casa de um vizinho gritando por ajuda, mas morreu antes da chegada do socorro.

Ângela fugiu após o assassinato, mas foi localizada pelos investigadores no mesmo dia do crime. Ela foi ouvida pelo delegado Thiago Damasceno e  contou que na noite do fato, ambos estavam embriagados, e teve uma discussão com Willian, trocando ofensas – tudo motivado por ciúme dela com uma terceira pessoa, conforme Ângela.

A mulher ainda disse que no momento da discussão estava cortando manga com uma faca e a vítima teria atirado um tijolo contra ela. Ela então pegou a faca e golpeou a vítima no pescoço.

O assassinato

De acordo com o boletim de ocorrência, o crime aconteceu às 2h30. Uma testemunha disse para a Polícia Militar que acordou com a vítima batendo em seu portão  gritando por socorro.

Quando ela foi atender, encontrou Willian caído na calçada, todo ensanguentado e inconsciente.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, porém, a médica constatou que o homem já estava morto.

Com assessoria

Leia mais

Homem morre pedindo socorro a vizinhos após ser esfaqueado

 

Comente esta notícia