facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 21 de Junho de 2024
21 de Junho de 2024

16 de Dezembro de 2022, 07h:00 - A | A

POLÍCIA / OPERAÇÃO DESBLOQUEIO

Moraes mandou apreender dinheiro, celulares, computadores e armas em MT

Operação foi deflagrada nesta quinta-feira (15), por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

APARECIDO CARMO
DO REPÓRTER MT



O ministro Alexandre de Moraes determinou a apreensão de armas, munições, dinheiro em espécie, computadores, tablets, celulares e outros dispositivos eletrônicos dos alvos de ordens de busca e apreensão na Operação Desbloqueio, deflagrada em Mato Grosso e em mais oito estados. O mandado encaminhado à Polícia Federal ainda determina o recolhimento de passaportes dos citados.

“A autoridade policial responsável pelo cumprimento dos mandados deverá evitar a exposição indevida, especialmente no cumprimento da medida, abstendo-se de toda e qualquer indiscrição, inclusive midiática”, diz trecho da decisão assinada pelo magistrado.

Como mostrou mais cedo o RepórterMT, os três alvos que foram até a Superintendência da Policia Federal em Cuiabá até o momento tiveram aparelhos celulares apreendidos.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“Apreenderam meu celular e quando indaguei eles do que se tratava, nem o delegado sabe do que se trata. (...) Mandou apreender tudo o que tiver de eletroeletrônico na minha casa, tablet, celulares, computadores, né, documentos, dinheiro em espécie”, disse Adavilso Azevedo, um dos alvos visitados em Cuiabá nesta quinta-feira.

“Eu estava no banheiro, quando tocou a campainha. (...) Eles estavam com um mandado de busca e apreensão e recolheram os meus celulares. Tá tudo muito genérico, não tem nada apontado”, disse Rafael Yonekubo, comerciante na Capital, que também foi alvo da operação.

A Operação Desbloqueio foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (15) e tem como alvos supostos organizadores e financiadores de atos que resultaram no bloqueio de rodovias no estado em protesto contra o resultado da eleição. Pelo menos seis pessoas são alvos da operação em Cuiabá. No estado de Mato Grosso, o número chega a vinte.

LEIA MAIS - Alvos da PF em Cuiabá foram candidatos a deputado na última eleição; todos prestaram depoimento

Comente esta notícia

Gui 16/12/2022

Esse mafadados juizes são na maioria iguais ao cabeça de ovo trabalham quando querem, despacham quando querem, criam leis inexistentes, vejamos anularam em parte o processo do maior bandido que que anação ja coneceu, ai se pergunta quem é mais bandido quem soltou ou quem roubou, ademais tem um monte de hipocritas votando num criminoso desses

positivo
0
negativo
0

Roni 16/12/2022

Agora todos viram inocentes. Um leão para fazer e incentivar baderna e um gatinho quando a justiça bate a porta. Assim segue a vida do bolsonarista.

positivo
0
negativo
0

Francisco Gomes 16/12/2022

Cidadãos perseguidos e seus objetos apreendidos e o narcotráfico nadando de braçadas, se fortalecendo e aterrorizando as cidades. Alguém tem que parar esse neurótico/paranóico/esquizóide. Esse sujeito tá fora de si. É um demente!!

positivo
0
negativo
0

Raquel 16/12/2022

Eu não sei o que esses Juízes de verdade que não tem rabo preso não toma providências de colocar Alexandre de Moraes e o luladrão maiores ladrões tem poder num país é os policiais obedece um advogado de bandido!! Cadê os Juízes Ptomotores,cadê os senadores que não tem rabo preso seja livre!!

positivo
0
negativo
0

4 comentários

1 de 1