Cuiabá, 02 de Outubro de 2022
logo

22 de Setembro de 2022, 11h:25 - A | A

POLÍCIA / VINGANÇA

Homem é morto após agredir garota de programa em Mato Grosso

Facão e foice sujos de sangue foram encontrados em carro de um dos assassinos.

APARECIDO CARMO
DO REPÓRTER MT



Uma garota de programa, de 25 anos, e mais três cumplices, de 23, 57 e 70 anos, foram presos nessa quarta-feira (21) pelo assassinato de Vilson de Nascimento, de 59 anos, na cidade de Peixoto de Azevedo (672 km de Cuiabá). Segundo a Polícia Militar, a mulher confessou que a vítima foi morta por causa de uma briga durante um “atendimento”.

Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada por volta das 7h, depois que populares encontraram um corpo abandonado, próximo à rodovia estadual MT-322. A vítima tinha cortes no pescoço e no maxilar.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Imediatamente foi acionada a Polícia Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para os procedimentos necessários para a liberação do corpo. Logo em seguida tiveram início as diligências da PM na tentativa de localizar os responsáveis pelo crime.

A partir das informações repassadas pelas testemunhas, os policiais foram até a residência de um dos criminosos, onde encontraram um homem sujo de sangue. Ele disse que tinha se sujado no veículo do dono da casa. Imediatamente, os policiais revistaram o veículo e encontraram um facão e uma foice sujos de sangue guardadas no porta-malas. Além disso, os policiais relataram que o banco da frente e o chão do carro estavam encharcados de sangue.

O dono do carro tentou justificar, dizendo que tinha matado e transportado um porco do mato na noite anterior, mas entrou em contradição. As diligências continuaram e os policiais foram em busca da terceira envolvida no crime, que imediatamente confessou tudo o que tinha acontecido.

Segundo ela, na noite anterior tinha se encontrado com a vítima para realizar um programa e que antes do “atendimento”, se desentendeu com o “cliente”. Segundo ela, o homem teria lhe dado socos e torcido o seu braço. Após as agressões, a mulher procurou a casa do dono do carro encontrado sujo de sangue, contou o que tinha acontecido e que o homem tramou junto com um terceiro criminoso todo o crime.

Diante da confissão, todos foram presos e levados para a delegacia de polícia da cidade. Eles devem responder por homicídio.

LEIA MAIS - Pai estupra filha por 8 anos; garota engravidou duas vezes

Comente esta notícia