Cuiabá, 01 de Outubro de 2022
logo

10 de Agosto de 2022, 19h:45 - A | A

POLÍCIA / DESAFORADO

Homem agride esposa e ameaça estuprar mãe de policial ao ser preso

O homem ainda ameaçou matar os policiais que atenderam a ocorrência

THAÍS BEMFICA
DO REPÓRTER MT



Um homem de 40 anos foi preso por pelo crime de violência doméstica contra a esposa, 28 anos, na madrugada desta quarta-feira (10), no bairro Dom Aquino, em Cuiabá. Durante a ação, bêbado e alterado, ele ainda ameaçou matar os policiais e "estuprar a mãe" de um deles.

À Polícia Militar, a vítima contou que o marido chegou em casa bêbado, após comemorar seu aniversário. Os dois já estavam deitados, quando o homem começou a brigar sem motivos e a agredi-la verbalmente. Os gritos acordaram a filha do casal e o homem continuou com as agressões, mesmo na presença da menina. A mulher, então, foi para a casa da mãe levando a filha consigo. 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

O agressor as seguiu, pulou o muro para invadir o quintal da sogra e continuou a sessão de xingamentos e ameaças contra a mulher. Após quebrar uma janela, insistiu em entrar na residência, mesmo com os pedidos para que fosse embora.

Como não havia, inicialmente, indícios suficientes para que ele fosse preso pela Lei Maria da Penha nº 11.340, os policiais apenas pediram que ele deixasse o local. A princípio, o homem concordou, mas logo depois resistiu.

O homem passou, então, a xingar e tentar coagir psicologicamentre a esposa, dizendo: "Você tem certeza que vai fazer isso comigo?".

Diante das ameaças, foi dada voz de prisão ao homem, que apenas ignorou e tomou posição de quem "iria partir para a briga", segundo os policiais. Durante imobilização, ele reagiu violentamente, dando socos em todos que estavam em volta.

Já algemado e dentro do camburão, o homem passou a gritar contra os policiais: "Vocês são capachos do governo, são um bando de merda. Eu que pago o salário de vocês, seus estrumes. No mano a mano comigo você não aguenta. Vou estuprar sua mãe, gordinho".

E ainda ameaçou os policiais de morte: "Eu gravei suas caras, são novinhos, vou descobrir onde vocês moram e vou matar vocês". 

O homem foi encaminhado ao Plantão de Violência Doméstica e Sexual Contra Mulher e autuado por resistência, desobediência, desacato, injúria e ameaça.

Comente esta notícia