Cuiabá, 12 de Agosto de 2022
logo

22 de Dezembro de 2017, 11h:00 - A | A

POLÍCIA / ASSALTO SANGRENTO

Filho mata bandido com golpes de enxada após ver mãe ser assassinada

O adolescente de 16 anos teve a casa invadida por bandidos armados, que atiraram e mataram a mulher.

RAUL BRADOCK
DA REDAÇÂO



Cleonice Lopes de Oliveira, 37 anos, foi morta a tiros ao tentar defender o filho, de 16 anos, de criminosos que invadiram a casa deles, no bairro Vila Rica, em Alta Floresta (803 km ao Norte de Cuiabá). O caso ocorreu na manhã de quinta-feira (21).

Na ação, um menor que estava com os bandidos foi baleado acidentalmente pelos comparsas e depois morto pelo filho da vítima com golpes de enxada.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Já na madrugada de sexta-feira (22), a mesma casa foi incendiada por um bando.

A polícia foi acionada por um vizinho, dizendo que a casa ao lado havia sido invadida por bandidos armados. Conforme a denúncia, vários tiros foram ouvidos no local durante a ação.

Segundo a polícia, os bandidos invadiram a casa e renderam mãe e filho, mandando eles deitarem no chão. A mulher, no entanto, avançou nos bandidos para tentar ‘salvar’ o filho de uma possível execução, e foi atingida por disparos.

Na confusão, um menor que estava com os bandidos também foi baleado. A dupla fugiu correndo da casa  e deixou o comparsa para trás, ferido. O filho da vítima pegou uma enxada e golpeou o criminoso até a morte.

O filho de Cleonice se apresentou aos policiais e confessou ter matado o menor. Ele foi detido e encaminhado para a delegacia.

FlorestaNet

duplo homicídio Alta Floresta

A casa onde o duplo homicídio aconteceu foi incendiada, na madrugada desta sexta-feira (19).

Incêndio e vingança

A casa onde houve o duplo homicídio foi incendiada por um bando, que estaria vingando a morte do menor.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas.

A casa foi completamente destruída pelo fogo.

Conforme o Corpo de Bombeiros, o incêndio foi registrado por volta das 4h da manhã.

Alta Floresta violenta

Na semana passada a Polícia Civil de Alta Floresta registrou o roubo de uma mochila com R$ 17 mil, que teria motivado a tortura de uma pessoa.

Conforme a versão de uma das vítimas, de 19 anos, o trio estava ingerindo bebidas alcoólicas, quando o bandido invadiu a casa. Um segundo criminoso teria ficado do lado de fora vigiando.

Leia mais:

Bandidos invadem ‘festa’ e roubam mochila com R$ 17 mil

Comente esta notícia