Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

07 de Novembro de 2014, 09h:00 - A | A

POLÍCIA / DENTRO DA VIATURA DA PM

Após ter casa arrombada, vendedor esfaqueia acusado de furto dentro de viatura; homem morreu em hospital

O ataque atingiu a veia femural do homem, o deixando em estado grave. Ele morreu na Policlínica do Coxipó.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



O vendedor Delosanto Carvalho dos Santos, de 32 anos, foi preso após matar a facadas Leandro da Silva Rondon, de 23 anos, acusado de arrombar a casa dele, no bairro Jardim Fortaleza, em Cuiabá, e furtar vários objetos de valor. Os ataques ocorreram dentro da viatura da Polícia Militar, na noite desta quinta-feira (6).

Segundo informações da Polícia Militar, após ver a casa arrombada, Delosanto suspeitou que Leandro teria cometido o crime, e por isso, começou a procurá-lo. Minutos depois, ao encontrar o suspeito, o vendedor acionou os policiais militares.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A PM prendeu Leandro que confessou o crime, e levou os policiais até uma casa, no mesmo bairro, onde teria deixado os produtos do roubo. A intenção dele era revender os pertences, no intuito de conseguir dinheiro para comprar drogas.

Também acompanhando a diligência policial, ao reconhecer seus pertences, Delosanto teve um ataque de fúria, sacou uma faca e partiu para cima do suspeito, o esfaqueando na perna. O ataque atingiu a veia femural do homem, o deixando em estado grave. Rapidamente, o vendedor foi contido pelos policiais.

Os PM’s levaram Leandro até a Policlínica do bairro Coxipó. Em seguida, seguiram para a Central de Flagrantes, para realizar o Boletim de Ocorrência contra o vendedor, que seria autuado pelo crime de tentativa de homicídio. No entanto, no meio do percurso, a PM recebeu a informação da unidade de saúde, que o suspeito tinha morrido.

Por isso, Delosanto foi deixado na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que o autuou por homicídio. O vendedor deve ser levado para um presídio ainda nesta sexta-feira (7).

Leandro era um 'velho' conhecido dos policais da região, por ser preso várias vezes cometido crimes de furto e roubo em bairros 'vizinhos'.

 

 

Comente esta notícia