Cuiabá, 09 de Dezembro de 2022
logo

17 de Novembro de 2016, 16h:22 - A | A

PAPO RETO / VEJA WHATS APP

'Tenente tá pegando no meu pé; fico com medo', diz aluno antes de morrer

DA REDAÇÃO



O aluno do curso de soldado bombeiro, Rodrigo Patrício Lima, de 21 anos, enviu mensagem de Whats App para a mãe, no dia em que passou mal (ele morreu 5 dias depois de entrar em coma) durante treinamento que teve a tenente Isadora Ledur como um dos instrutores.

No aplicativo, o aluno disse para a mãe, que mora em Tangará da Serra,  que estava com medo e que a tenente o estava perseguindo. 

RpMT

tenente

A tenente foi afastada

O corpo do jovem foi sepultado nesta quinta (17), em Tangará da Serra.

A tenente foi afastada dos treinamentos e responderá a processo sob acusação de perseguir e torturar  Rodrigo.

O caso ocorreu na tarde de quinta-feira (10), na Lagoa Trevisan, em Várzea Grande.

O rapaz ficou em coma até na madrugada de quarta-feira (16), quando foi confirmada morte.

Apesar do incidente envolvendo a morte do aluno e de uma investigação em andamento, a tenente deve ser promovida ao posto de capitã nas próximas semanas.

Veja abaixo mensagem trocada com a mãe. 

 

 

print.jpg

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia

Priscila Rosa 18/11/2016

Sentir medo é normal. Não duvido que ele estivesse com medo de não ser aprovado Maria Ângela, mas isso não impediu de continuar o treinamento. O que não é normal é sentir medo de alguém, neste caso desta louca, com patente de Tenente, que se achava tão superior ao aluno a ponto de colocar a vida dele em risco. Vc não ficaria apavorada de estar perto de uma pessoa dessa??!! Nós não fomos feitos e nem moldados para sentir medo do outro, mas sim respeito. Que Deus conforte esta família e que olhe para esta moça e amadureça seu coração para que evite que, se ela continuar na carreira não coloque a vida de outras pessoas em perigo apenas por bel prazer de se mostrar para os outros. Respeito tempero da vida.

Maria Ângela 17/11/2016

Medo... de não ser aprovado no treinamento, talvez.

2 comentários

1 de 1