Cuiabá, 05 de Outubro de 2022
logo

14 de Novembro de 2013, 08h:50 - A | A

OPINIÃO /

Vamos juntar forças contra a violência

Secretaria de Apoio à Segurança Pública deve reduzir homicídios em Cuiabá

WELINTON FAGUNDES



Neste começo de novembro, quando a imprensa anunciava recordes nos índices de homicídios em Cuiabá, recebemos a boa notícia da aprovação, pela Câmara de Vereadores, da criação da Secretaria de Apoio à Segurança Pública, que - acredito - dará uma grande contribuição para redução desses casos. O órgão de segurança vai atuar prioritariamente em escolas, creches, feiras livres e eventos públicos onde haverá grande concentração de pessoas e, para isso, vai contar com um quadro formado por policiais militares (de soldado a capitão), que poderão trabalhar nos horários de folga. Hoje, pela escala, esses militares trabalham 12 horas e têm direito a 36 horas de folga, quando poderão contribuir para a redução da violência na Capital.

O quadro prevê um secretário, um coordenador administrativo-financeiro, um coordenador de segurança e logística, um coordenador de TI e comunicação e quatro assessores.

Assim como Cuiabá, outra cidade - Primavera do Leste - também criou uma estrutura exclusiva para cuidar da segurança: uma assessoria que, segundo o prefeito Érico Piana, já está cuidando da instalação de 15 câmeras de monitoramento no município. Segundo ele, a compra das 15 câmeras está em fase de licitação e devem ser instaladas nas três entradas da cidade, além de bairros com maiores índices de violência.

A cidade, como todos devem se lembrar, foi alvo de crimes que repercutiram em todo o Estado, como o assassinato da advogada Alessandra Martignago, em março passado.

Como reconheço ser a segurança uma das maiores preocupações das famílias e da sociedade como um todo, tenho sugerido a vários gestores municipais que implantem uma estrutura auxiliar às forças de segurança. Fiz isso com Mauro Mendes quando ele ainda era candidato a prefeito de Cuiabá. Lembro-me de termos conversado sobre isso e o Mauro achou a ideia interessante, tanto que agora está implantando a secretaria.

Fiz o mesmo com o prefeito Érico Piana, de Primavera do Leste e assim tem sido sempre que tenho a oportunidade de conversar com algum prefeito sobre o assunto.

Sei que as forças de segurança do Estado têm feito todo o possível para diminuir os índices de violência em Mato Grosso, mas a contribuição dada pelo município será sempre bem-vinda.

Acredito que a prevenção e a redução dos casos de violência só acontecerão com a participação de todos. É com o esforço conjunto que conseguirem vencer mais esta batalha e poderemos voltar a ver nossos filhos e nossas famílias vivendo em paz e tranquilidade.

>>> Siga a gente no Twitter e fique bem informado

Comente esta notícia