Cuiabá, 29 de Setembro de 2022
logo

17 de Dezembro de 2013, 09h:35 - A | A

OBRAS DA COPA / MORRO DO DESPRAIADO

Muro de contenção não é feito; Secopa deve contratar empresa para o trabalho

No local, conforme anunciado pelo governador Silval Barbosa, será construído um muro gabião

ALINE FRANCISCO
DA REDAÇÃO



O titular da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo de 2014 (Secopa), Maurício Guimarães, afirmou ao RepórterMT , que as obras do morro que fica ao lado do Viaduto do Despraiado, que desmoronou no dia 12 de novembro, ainda não iniciaram porque a empresa que deve fazer o trabalho não foi contratada pela Secopa.

No local, conforme anunciado pelo governador Silval Barbosa (PMDB) no dia 18 de novembro, dia da inauguração do Elevado, será construído um muro de gabião, que é feito com uma armação de arame e preenchido com pedras.

Segundo Maurício Guimarães, neste momento, o objetivo da Secretaria é manter a segurança para os motoristas e pedestres que transitam pela Avenida Miguel Sutil, nesse ponto, e para as pessoas que moram na região.

No dia em que o morro desmoronou, nove famílias foram retiradas das casas próximas ao barranco. Algumas delas foram encaminhadas para hotéis, com diárias pagas pelo Governo e outras preferiram a casa de familiares.

Três famílias estão morando em casas alugadas pelo Estado, por meio do aluguel social, com valor médio de R$1 mil.

Anteriormente, a Secopa informou ao RepórterMT que o Consórcio que executou a construção do Viaduto do Despraiado seria o responsável pela construção do muro de contenção no morro, e que o projeto estaria passando por ajustes antes de iniciar a execução do trabalho.
.

Comente esta notícia