Cuiabá, 09 de Dezembro de 2022
logo

27 de Novembro de 2016, 07h:30 - A | A

GERAL / DEU NA 'FOLHA DE S. PAULO'

'Não podem faltar banana, farofa e peixe na mesa do cuiabano'

Reportagem especial do jornal paulista destaca a culinária de Cuiabá, com ênfase nos pratos servidos na capital e região do Pantanal.

DA REDAÇÃO



Uma reportagem especial do jornal "Folha de S. Paulo", publicada na edição de quinta-feira (24), destaca a culinária de Mato Grosso, com ênfase nos pratos servidos em Cuiabá e na região do Pantanal.

A jornalista Luiza Fecarotta esteve em Mato Grosso e constatou a diversidade da gastronomia regional, que vai de simples quitutes feitos por Dona Eulália – famosa pelos tradicionais bolos de queijo e de arroz que fabrica em sua casa, no bairro da Lixeira, em Cuiabá – a pratos considerados sofisticados.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“Para conhecer a cozinha do Centro-Oeste é preciso se familiarizar com a variedade de peixes que povoam os rios, mais que integrados no dia a dia do pantaneiro”, diz a reportagem. 

E acrescenta: “Geralmente, eles surgem expostos inteiros no Mercado do Porto, em Cuiabá, onde dividem a cena com uma variedade de hortaliças, pimentas, doces típicos e frutas – já ouviu falar de bocaiuvas, uma fruta conhecida como chiclete pantaneiro?” 

A reportagem ainda oferece dicas de como comer bem na capital mato-grossense, da cozinha tradicional à moderna. Cita, ainda, o Restaurante Mahalo, “reconhecido como um dos melhores do Centro-Oeste”. 

Uma das iguarias cuiabanas citadas é o pixé, que, para a repórter, "envolve certa nostalgia", por se tratar de um doce muito tradicional na cidade. 

Em depoimento à jornalista da Folha, a chefe de cozinha Ariani Malouf diz que não podem faltar banana-da-terra, mandioca e peixe na mesa do cuiabano. 

Outro destaque na reportagem é o italiano Stefano Polaccia, que ganhou notoriedade ao fabricar o queijo “braz mato-grossense”, à base de leite desnatado de vaca. Natural da Lombardia, Polaccia mora no bairro Jardim Cuiabá. 

Confira AQUI  a íntegra da reportagem da Folha.

 

Comente esta notícia

JEFERSON MATOS 28/11/2016

Peixe? Dispenso.

1 comentários

1 de 1