Cuiabá, 08 de Fevereiro de 2023
logo

05 de Janeiro de 2023, 16h:50 - A | A

GERAL / CASO LUCAS FERRAZ

Justiça nega liberdade a apresentador; esposa agredida será ouvida na segunda

Esse é o segundo pedido de liberdade negado a ele. O magistrado ainda determinou que apresentador seja levado para uma cela especial.

APARECIDO CARMO
DO REPÓRTER MT



O juiz Marcos Terencio Agostinho Pires, plantonista da Comarca de Tangará da Serra, negou novo pedido da defesa do apresentar Lucas Ferraz para que ele fosse solto. O juiz argumentou que os advogados de Lucas não trouxeram a juízo nenhum fato novo que justifique uma modificação na situação dele durante o período do plantão do Judiciário. Essa é a segunda negativa da Justiça à soltura de Ferraz.

“Sendo certo que a defesa não trouxe qualquer elemento novo apto à reapreciação da segregação cautelar, reputo inviável a reapreciação da matéria em sede plantão, razão pela qual indefiro o pedido de revogação da prisão preventiva”, diz trecho da decisão, datada desta quinta-feira (05).

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

LEIA MAIS - Desembargador cita coação, relembra agressão em Rondonópolis e mantém prisão de apresentador

O magistrado ainda determinou que sejam verificadas as condições da cela em que está alocado o apresentador. Isso, porque a defesa alega que ele tem direito à cela especial, mas está em uma comum.

“Eventual indisponibilidade junto à unidade prisional deverá ser oficiada à superintendência do sistema prisional para que disponibilize vaga em cela compatível com o nível de instrução do denunciado, no prazo de 24 horas, devendo o réu até a efetiva transferência permanecer em cela separada dos demais presos”, determinou o juiz.

Além disso, o juiz marcou uma audiência para o dia 9 de janeiro (segunda-feira) para ouvir a vítima, Katrine Gomes. A oitiva será realizada por videoconferência. É a primeira vez que Katrine será ouvida em juízo a respeito do caso.

RELEMBRE

Segundo o Ministério Público, Lucas e Katrine participavam de uma confraternização na emissora de TV, em que ele trabalhava, quando em determinado momento passou a agredi-la com socos no rosto. Isso teria acontecido, porque o apresentador ficou com ciúmes da companheira.

A denúncia avança dizendo que as agressões continuaram quando o casal foi embora, quando Katrine foi espancada dentro do carro. Ao chegarem na residência, a sessão de tortura continuou. Katrine só conseguiu escapar quando o apresentador foi ao banheiro e ela alcançou a chave do carro, fugindo do local.

Após as agressões, as investigações demonstraram, que o apresentador constrangeu e humilhou Katrine, causando dano emocional e “prejudicando e perturbando seu pleno desenvolvimento, além de degradar/controlar seus comportamentos e decisões”. Lucas Ferraz obrigou a vítima a dar uma versão falsa para explicar os hematomas, passando-se por uma pessoa com problema psiquiátrico, “tudo com o propósito de desnaturar sua responsabilidade criminal”.

Ele está preso no centro de detenção provisória de Tangará da Serra desde o dia 22 de dezembro.

LEIA MAIS - MP denuncia apresentador por espancar esposa

Comente esta notícia