Cuiabá, 30 de Junho de 2022
logo

Quinta-feira, 03 de Novembro de 2011, 14h:21 - A | A

AEROPORTO

Terminal fica pronto em 2013; puxadinho em 15 dias

O aeroporto terá capacidade de atender cinco milhões de passageiros ao ano

DA REDAÇÃO

A assinatura do convênio da Infraero com o governo de Mato Grosso para execução das obras de reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em 15 de novembro, tende a representar pelo menos 12 meses de economia na execução do projeto e, desta forma, até dezembro de 2013, tudo estará funcionando para receber mais de cinco milhões de passageiros ao ano. A projeção partiu do secretário de Logística Intermodal de Transportes do Estado, vereador licenciado Francisco Vuolo (PR), durante explanação, no plenário da Câmara de Cuiabá, na manhã desta quinta-feira (03), sobre o andamento da licitação e prazos para as obras do aeroporto, em Várzea Grande.

O vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Arnaldo Penha (PMDB), que presidiu a sessão, destacou a boa vontade de Francisco Vuolo em atender prontamente ao convite do Poder Legislativo da Capital, para tirar dúvidas e fornecer informações essenciais ao trabalho dos parlamentares. “É um homem público de rara visão e desprovido de vaidade”, reconheceu Penha.

Arnaldo Penha lembrou ainda que Vuolo acatou o primeiro convite da Comissão Especial de Acompanhamento e Fiscalização da Copa do Pantanal da Câmara de Cuiabá.

Na explicação, Vuolo destacou o empenho e a vontade política do governador Silval Barbosa (PMDB), em conseguir, com apoio do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), a estadualização das obras do Aeroporto de Várzea Grande. Mato Grosso é o único Estado que conseguiu autorização do governo federal para realizar a licitação e as obras, estimadas em R$ 87,5 milhões, podendo ser aditivadas para R$ 91 milhões, se incluir a área de segurança.

O secretário de Logística Intermodal de Transportes do Estado anunciou que, em 15 de novembro, quando for entregue o novo Módulo Operacional (MOp) do Aeroporto, o governo de Mato Grosso irá assinar o convênio com a Infraero, assumindo a responsabilidade pela realização das obras, desde a licitação. A Secretaria de Estado das Cidades (Secid) deve assumir a execução. “Essa estratégia tende a reduzir em pelo menos 12 meses o prazo de conclusão da reforma e ampliação do Marechal Rondon”, afirmou o secretário.

Francisco Vuolo anunciou, também, para o começo de 2012, o início das obras de adequações viárias nas Avenidas Ponce de Arruda, Arthur Bernardes e Filinto Müller, em Várzea Grande, nas imediações do aeroporto. O destaque está para a diferença de nível entre a rotatória para veículos e o elevado para passagem do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

ESTACIONAMENTO

O presidente da Comissão Especial de Acompanhamento e Fiscalização das Obras da Copa do Pantanal, vereador Edivá Pereira Alves (PSD), cobrou do secretário extraordinária a normatização do uso do estacionamento do Aeroporto Marechal Rondon, além da ampliação em pelo menos 200%, em comparação com o tamanho atual. “Se continuar como está, cobrando R$ 30,00 a diária, vai prejudicar o turismo”, afirmou.

Vuolo confirmou que haverá ampliação do estacionamento do aeroporto, porém, destacou que a gestão cabe à Infraero e não ao Estado. “Quem licita e quem escolhe o modelo de gestão do estacionamento é a Infraero”, justificou.

Comente esta notícia