Cuiabá, 02 de Julho de 2022
logo

Sábado, 05 de Novembro de 2011, 08h:58 - A | A

LUTO NO CRM/MT

Funcionária espancada pelo namorado morre no hospital

A vítima foi encontrada toda ensanguentada no quintal da residência do namorado no bairro Santa Amália

MAYARA MICHELS

Funcionária do Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso (CRM/MT) e mãe de três crianças, Silvânia Valente, 37 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu, após ser espancada pelo namorado, no bairro Santa Amália, em Cuiabá.

Silvânia foi encontrada no quintal da casa do namorado por uma vizinha. A polícia foi acionada e ao chegar ao local, a vítima estava toda ensanguentada, com pedaços de dentes espalhados e desacordada.

Segundo vizinhos, os dois namoravam há três anos e brigavam muito pelo fato do rapaz beber com frequência. O namorado até o momento não foi encontrado pela polícia.

O crime ocorreu na madrugada de quinta-feira (3). A vítima foi levada para o Pronto Socorro de Cuiabá e depois transferida para o Hospital Jardim Cuiabá. Ela não resistiu ao traumatismo craniano provocado pelas pauladas que levou e morreu no final da tarde desta sexta-feira (4).

O delegado Antônio Carlos Garcia, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), presidirá as investigações. Para ele, o principal suspeito é realmente o namorado da vítima, já que ela foi encontrada na residência dele e após 48h do crime ele não apareceu.

O velório começou ontem, por volta das 20h, na Capela Dom Bosco. O sepultamento deve ser realizado na manhã deste sábado (5).

O CRM por meio de nota prestou a sua última homenagem a funcionária, que voltaria na próxima semana, após uma licença médica onde cuidava dos problemas de coluna. Silvânia Valente trabalhava há dez anos no CRM-MT e deixa três filhos.

Comente esta notícia

Amiga /cunhada de silvania 13/11/2011

Este cara é um monstro.Todos nós estamos indignados com este crime , Vaninha era uma mãe incrivel que cuidava de seus filhos com muito carinho e dedicação era mãe e pai dele que pessoa maravilhosa!Vaninha era conhecida por todos do bairro santa isabel e região e todos gostavam muito dela. queremos justiça , pelo menos isso, por que ela não volta mais em vida .

giselle 07/11/2011

espero que a policia o encontre, e portão do inferno pra ele eh pouco, deveria ficar amarrado 1 semana de cabeça pra baixo la e so depois disso a corda cortada...cadeia nao..merece pena de morte que ja deveria estar valendo no brasil a decadas!

Antonio de Souza 05/11/2011

MONSTROOOOOOOOOO FILHO DA PUTAAAAAAAAAAAAAAAAA

3 comentários

1 de 1