facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Julho de 2024
22 de Julho de 2024

11 de Junho de 2010, 12h:58 - A | A

POLÍTICA /

Detran padroniza banca examinadora para candidatos a motoristas

André Michells



da redação

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) realiza até às 17h desta sexta-feira, o Curso de Capacitação para Padronização dos procedimentos de avaliação dos candidatos a motoristas. 80 examinadores estão participando da capacitação.  

De acordo com o coordenador de exames do Detran, Cândido Rosa, o objetivo é lançar um manual para nortear todas as ações, tanto de examinadores quanto de candidatos. “No manual estarão contidas todas as faltas possíveis e medidas que devem ser tomadas. Hoje os examinadores se baseiam, apenas, na resolução 68/2004 do Departamento Nacional de Trânsito, que estabelece as falhas, mas não diz que punições devem ser aplicadas”, explica.  

O manual será confeccionado com base no já existente no estado de Goiás, que enviou o capitão PM, Clives Fernandes Sanches, para capacitar os examinadores de Mato Grosso.

O material, além de ser entregue a cada examinador, também estará disponível para download no site do Detran, a partir da próxima semana. Os candidatos devem estar cientes de que podem perder apenas pontos para passar no exame.  

Falta leve (01ponto), falta média (02 pontos) e falta grave (03 pontos). O manual vai estipular cada tipo de falta e cada punição inerente. Há as faltas que são eliminatórias, como bater na baliza ou não completar o percurso, por exemplo.

Mato Grosso possui hoje 900 mil condutores habilitados pelo Detran-MT. Somente na Capital São 250 mil. Os números refletem, apenas, os cadastrados em Mato Grosso, não levam em conta os residentes com habilitação de outros estados. Estes somente entrarão na estatística quando procederem a renovação do documento via Detran de Mato Grosso. 

Vale lembrar que o candidato de primeira habilitação, se aprovado, recebe uma permissão para dirigir válida por um ano. Caso não cometa infração alguma no período o condutor poder retirar no Detran a CNH definitiva, com validade de cinco anos.  

Comente esta notícia