Cuiabá, 29 de Setembro de 2022
logo

29 de Novembro de 2013, 16h:12 - A | A

POLÍTICA / CASA DOS \"ARTISTAS\"

Câmara deve fazer nova eleição da Mesa em dois meses

Adversário de João Emanuel (PSD) em janeiro, Pinheiro já se coloca como candidato

DA REDAÇÃO



O vereador Júlio Pinheiro (PTB), ex-presidente da Câmara de Vereadores, disse não ter dúvida de que, em no máximo dois meses, haverá uma nova eleição para escolha do novo presidente do Legislativo Cuiabano.

Júlio, que antecedeu João Emanuel (PSD) e disputou com ele a presidência da Casa, perdendo por 14 x 11, no dia primeiro de janeiro deste ano, entende que não há mais clima para que Emanuel seja mantido no cargo.

“Ele (Emanuel) já foi afastado da presidência, conseguiu, por força de liminar, retornar ao cargo e continuou do mesmo jeito, não cumprindo os acordos, não dando a devida atenção aos vereadores. Eu mesmo sou um exemplo dessas afirmações, pois, o João Emanuel, que teve grande influência na formação das Comissões Permanentes, não aceitou que meu nome fizesse parte de nenhuma delas, sempre impondo outros nomes”, explicou.

Caso João Emanuel seja afastado definitivamente do cargo, Júlio Pinheiro se colocará como candidato, mesmo por um mandato de apenas um ano, uma vez que cada Legislatura é dividida em dois períodos, tendo, portanto, dois presidentes, já pensando em concorrer à próxima Mesa, que inicia os trabalhos em 2015.

O vereador petebista entende que só alguém com experiência administrativa pode tirar a Câmara de Vereadores da atual situação. “Para ser presidente tem que saber como as coisas funcionam. Não é só sentar na cadeira e dar ordens. Para tudo há um momento específico e isso cabe ao presidente saber, afinal ele tem que se desdobrar para cuidar das questões administrativas, políticas e de condução dos trabalhos junto aos demais vereadores”, argumenta.

Comente esta notícia