facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 25 de Maio de 2024
25 de Maio de 2024

29 de Julho de 2010, 17h:08 - A | A

POLÍTICA /

Advogada é presa em Juara por "desacatar" juiz em audiência

Olhar Direto



Da redação

A advogada Roseli de Macedo, que tem escritório em Campinas (SP), foi presa nessa quarta-feira (28), no Fórum da Comarca de Juara (664 km de Cuiabá), durante uma audiência, por suposto desacato ao juiz Wagner Plaza. Ela saiu da audiência levada pela Polícia Militar, que a conduziu até a delegacia da Polícia Civil, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), sendo liberada em seguida. 

O magistrado acionou a PM apontando que a advogada deveria ser presa por tê-lo agredido verbalmente. Tais agressões teriam acontecido no momento em que Roseli tentava convencer Wagner de incluir detalhes da audiência na ata. A informação é da Rádio Tucunaré.

Depois de sair da delegacia, a advogada então foi até a subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Juara reclamar ao presidente Christian Gasparotto. Este se mostrou indignado com a atitude do juiz e informou que vai acionar o Tribunal de Defesa de Prerrogativas da OAB.

"Pelos documentos que recebemos não entendemos como desacato, apenas o efetivo exercício profissional. Uma pessoa ser presa no efetivo exercício de sua profissão, isso nós jamais toleramos como representante da OAB e seremos incisivos na defesa das prerrogativas dos advogados e as medidas judiciais nos órgãos cabíveis já estão sendo tomadas", declarou Christian, em entrevista.

De acordo com informações do presidente da OAB de Juara, o juiz Wagner Plaza foi designado para a Comarca de Juara recentemente e, que até então, nunca houve, no município, registro de prisão de advogados por desacato.

Comente esta notícia