facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 24 de Maio de 2024
24 de Maio de 2024

15 de Julho de 2010, 20h:14 - A | A

POLÍCIA /

Preso é apontado como líder

GAZETA DIGITAL



A Polícia Judiciária Civil conseguiu localizar um homem, com dupla identidade, acusado de chefiar uma quadrilha de roubo de cargas de combustível em Mato Grosso. Ele era procurado desde março, quando o dono de um posto de combustível foi preso acusado de receptação. Durante as investigações, a Polícia identificou o líder do grupo como Emerson Ripike Belmonte, popularmente conhecido por "Gaúcho". Porém, ao ser detido, o acusado apresentou documento em nome de Everton Souza Santos, 38.

Gaúcho é suspeito de comandar vários roubos, entre eles um registrado no dia 5, na BR-364, próximo a Jangada. O caminhão tanque levava 45 mil litros de óleo diesel para um posto no município de Matupá (695 km ao norte de Cuiabá). O veículo foi abordado pelos criminosos e o motorista mantido 12 horas em cativeiro.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Depois de descarregar o caminhão, o bando abandonou o veículo próximo ao local do roubo. "Eles têm postos receptadores tanto em Várzea Grande quanto no interior. E, em muitas vezes, acabam abandonando somente o tanque e levando os cavalos para desmanche. Também temos informações que muitos motoristas são assassinados", detalhou o chefe de Investigações Edson Leite.

Além dos 2 nomes - Everton e Emerson -, a Polícia suspeita que o acusado utilizava outras identidades. "Após ser preso ele declarou que já cumpriu pena em São Paulo, por 5 anos, também por roubo de cargas. Mas com esses 2 nomes não encontramos nenhum registro. Provavelmente utilizava outro. Situação já detectada na prisão de outros criminosos que praticam este tipo de crime.

Edson Leite também enfatizou que as quadrilhas possuem, em média, de 10 a 15 integrantes e estão cada vez mais especializadas. "Eles fazem até curso para retirar o rastreador das carretas. Desta forma, eles levam para desmanche e não conseguimos encontrar".

Ação - Um integrante da quadrilha, Sidney Bettcurt, conhecido por "homem aranha", sobe nos caminhões e puxa a "mão de amigo" que trava imediatamente o veículo. Imediatamente, outros bandidos rendem o motorista e o mantém em cativeiro enquanto descarregam o combustível. Sidney foi preso em maio deste ano.

Comente esta notícia