Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

11 de Dezembro de 2014, 10h:59 - A | A

POLÍCIA / EM CUIABÁ

Polícia investiga 'furto' de 19 armas de Delegacia da Polícia Civil

Os 14 revólveres, 3 pistolas e 2 espingardas teriam ‘sumidos’ misteriosamente da ‘reserva’ (local onde o armamento é guardado), no fim de novembro. No entanto, somente agora a notícia do furto foi vinculada à imprensa.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



A Delegacia de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá e a corregedoria da Polícia Civil estão investigando o furto de 19 armas da 3ª Delegacia de Polícia do Coxipó, localizada no Distrito Industrial, da capital.

Os 14 revólveres, 3 pistolas e 2 espingardas teriam ‘sumidos’ misteriosamente da ‘reserva’ (local onde o armamento é guardado), no fim de novembro. No entanto, somente hoje (11), que a notícia do furto, foi veiculada à imprensa.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Com isso, o delegado titular da 3ª DP, Wilson Leite, protocolou um documento avisando o comandante da Polícia Militar, coronel Nerci Adriano Denardi.

Com isso, os policiais militares, que prenderem ou localizarem qualquer arma nas ocorrências em todo o Estado, teriam que informá-lo. Algumas armas furtadas já teriam sido recuperadas, em ocorrências, mas estavam com a numeração raspada, sendo impossível identificá-las.

No documento, o delegado Wilson, ainda explica que foram furtadas 9 revólveres calibre 38 e cinco calibre 32. Além de três pistolas, calibres 765, ponto 40 e 45 e duas espingardas 22 e 38.

Ao Repórter MT, policiais civis da delegacia evitaram comentar o caso e disseram apenas que o furto já está sendo investigado pelas autoridades competentes.

NOTA

Nesta quinta-feira (11), a assessoria de imprensa da Polícia Civil explicou por meio de nota, que todas as providências cabíveis estão sendo tomadas e apuradas para descobrirem os responsáveis pelo crime.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

A Polícia Judiciária Civil informa que todas as providências foram tomadas para apurar o desaparecimento de cerca de 19 armas, de um dos cartórios da 3ª Delegacia de Polícia, no CoxipÓ. O sumiço das armas foi constatado em meados de novembro e oficializado a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e o Exército Brasileiro, para que havendo apreensão das armas relacionadas e numeradas, sendo revólveres  e pistolas, seja comunicado a unidade policial. 

O delegado Regional de Cuiabá, Douglas Turíbio, também informou que a Corregedoria da Polícia Civil foi acionada e instaurou procedimento administrativo para apurar suposto envolvimento de algum policial civil no furto/desaparecimento das armas. A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá também abriu inquérito e apura o furto.

Divulgação

prontocolo

Se apreender alguma arma em ocorrências PM terá que informar delegacia.

Divulgação

proto

Documento protocolado pelo delegado Wilson.

Comente esta notícia

Pedro 11/12/2014

E o roubo das armas dos seguranças do DETRAN que acontecem durante o dia e o expediente do órgão, ninguem fala nada, ninguem investiga nada, e a insegurança esta plena dentro do DETRAN. É bem Mato Grosso msm

1 comentários

1 de 1