Cuiabá, 27 de Novembro de 2022
logo

26 de Dezembro de 2016, 13h:00 - A | A

POLÍCIA / VÁRZEA GRANDE

Mulher luta e evita estupro; bandido deixa celular no local do crime

A vítima diz que o bandido deixou o celular no local do crime quando fugiu; com o aparelho a Polícia chegou ao criminoso

DA REDAÇÃO



A Polícia Militar prendeu na noite de domingo (25), L.S.A., 20, que é acusado de agredir e tentar estuprar uma mulher de 44 anos, quando a vítima chegava em casa, na madrugada de domingo (25), no bairro Gonçalo Botelho, em Várzea Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, o namorado da vítima a deixou em casa às 4h30.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

No momento em que abria o portão, a mulher foi atacada pelo bandido, que tentou enforcá-la com um fio de energia elétrica.

A mulher entrou em luta corporal com e conseguiu escapar a tempo. Ela gritou por socorro e o bandido fugiu, mas deixou no local a cueca e o telefone celular.

Após o ataque, a mulher chamou o filho para ir até a delegacia denunciar o caso, mas logo que saíram de casa perceberam que o telefone tinha sido deixado pelo criminoso e tocava.

Ao conversar com a pessoa que fez a ligação, o filho da vítima conseguiu o endereço do dono do aparelho.

Ele ligou para PM relatando a denúncia. Com a informação do endereço do acusado, os militares foram até a casa indicada. O denunciado afirmou ser o dono do telefone, mas negou ter cometido o crime contra a mulher.

O acusado foi encaminhado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do bairro Planalto para procedimentos.

A mulher foi até um hospital para receber atendimento devido aos ferimentos sofridos. O acusado pode pegar até 10 anos de cadeia. 

Comente esta notícia