Cuiabá, 31 de Janeiro de 2023
logo

30 de Dezembro de 2014, 12h:18 - A | A

POLÍCIA / ENTREVISTA COM ASSASSINO

Bandidos que mataram estudante de medicina podem pegar apenas 25 anos de cadeia

Crime aconteceu na madrugada do dia 27 de dezembro, em matagal perto de Lucas do Rio Verde

DA REDAÇÃO



O delegado municipal de Polícia Civil, Sérgio Ribeiro, informou que pretende concluir logo o inquérito dos vigilantes Márcio Marciano Batista, 30 anos, e Rafael Bruno dos Santos Mussuco, 25 anos, que mataram o acadêmico Eric Francio Severo, com tiro na cabeça para roubar uma caminhonete S10, no último sábado (27). Os dois, segundo o delegado, vão à juri popular e podem pegar até 25 anos de cadeia pelo crime. O jovem morto foi sepultado nesta segunda-feira, em Sinop. 

Segundo o delgado a Justiça pode autorizar a abertura de outro inquérito também em Lucas do Rio Verde, onde ocorreu a morte. 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

"Para latrocínio [roubo seguido de morte] a pena prevista é de 20 a 30 anos de reclusão. Vão ter mais agravantes com formação de quadrilha e a pena deve aumentar", disse o delegado, mas o fato de serem réus primários, podem ter a pena atenuada. "Eles foram presos em flagrante e crime foi gravíssimo; acredito que pegem 25 anos de cadeia", opinou Sérgio.

A Polícia acredita na possibilidade da participação de mais duas pessoas. As investigações estão em andamento e novas prisões não estão descartadas. Ambos já tiveram as prisões preventivas pedidas pela Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, porém, o delegado Sérgio fará um novo pedido de prisão preventiva.

Um dos bandidos (Márcio) disse estar arrependido do crime. Ele disse que convenceu Eric a entrar na caminhonete, alegando que o soltaria em Lucas do Rio Verde (cerca de 150 km de Sinop), mas antes de chegar na cidade, entrou em uma estrada vicinal, amarrou Eric na mata e o executou. Márcio disse ter atirado em Eric e a participação de Rafael foi apenas conduzir a caminhonete.

Os dois foram presos na tarde de sábado (27), na BR-163, em Campo Grande (MS), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com a caminhonete Chevrolet S-10, roubada da vítima. Horas antes, o corpo do estudante foi localizado em uma região de mata fechada em Sinop.

Veja entrevista  do llatrocida "arrependido" feita pelo site Só Notícias, de Sinop


Comente esta notícia

Indignado 31/12/2014

Se pegar 25 anos após cumprir 1/3 serão soltos, ou seja, ficarão presos no máximo 8 anos.

grazi 31/12/2014

Cadê o audio?

2 comentários

1 de 1