Cuiabá, 06 de Outubro de 2022
logo

06 de Dezembro de 2013, 15h:33 - A | A

POLÍCIA / TIROS NO SICREDI

Bandidos invadem Sicredi, roubam dinheiro e levam gerente e guarda como reféns

Ao menos quatro assaltantes participaram do roubo. Eles invadiram a agência atirando para intimar os clientes e funcionários da agência.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Uma quadrilha  que atua na modalidade ‘Novo Cangaço’ assaltou uma agência do Banco Sicredi, no município de Santa Rita do Trivelato (500 km de Cuiabá) na tarde desta sexta (06). Ao menos quatro criminosos fortemente armados com pistolas e fuzis invadiram o local e fizeram todos os funcionários e clientes reféns.

Após pegar um malote com dinheiro que estava no cofre, os assaltantes fugiram em uma camionete S-10, com placas de Santa Rita do Trivelato, de cor branca, levando o gerente e o segurança do local como reféns, que foram soltos minutos depois. Os bandidos abandonaram o carro e entraram em uma região de mata fechada. O valor roubado não foi divulgado pela Sicredi.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“Eles foram muito rápidos e a ação durou cerca de 20 minutos”, destacou uma policial civil da cidade. Segundo informações da Polícia Civil, os bandidos já invadiram a agência atirando para intimidar as vítimas. Ao ver uma guarnição da Polícia Militar se aproximando da agência os criminosos atiraram contra a viatura. Ninguém ficou ferido.

Para fugir, a quadrilha usou uma camionete roubada do vereador da cidade, Cleiton Taborda, momentos antes da ação criminosa. “Já estamos montando um cerco aos criminosos nas estradas que dão acesso a BR -163 (Nova Mutum) para evitar que eles fujam”, explicou a Polícial.

Imagens do circuito interno de TV da agência vão ser verificadas para identificar os bandidos.

Policiais do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) foram estão a procura da quadrilha na mata.

MAIS ROUBOS

Após 10 meses sem registrar nenhum roubo, nos últimos quatro meses as agências bancárias de Mato Grosso voltaram a ser alvos das quadrilhas especializadas no assalto da modalidade ‘Novo Cangaço’.

No dia 9 de setembro, ao menos 35 assaltantes roubaram as agências bancárias do Banco Do Brasil, Bradesco, Sicredi e Correios, localizadas no município de Vila Rica (1400 km da capital).

Os bandidos invadiram as agências simultaneamente e fizeram várias pessoas reféns. Após pegar todo o dinheiro dos cofres, eles fugiram em duas camionetes. Vários reféns foram obrigados a subir na caçamba dos veículos para servirem como ‘escudos humanos’.

Horas depois os reféns foram libertados e os bandidos fugiram entrando em uma região de mata fechada, na divisa dos estados de Mato Grosso e Pará.

Policiais do BOPE iniciaram as buscas pela quadrilha. Dois assaltantes foram mortos em uma troca de tiros com a Polícia. Já outros dois suspeitos foram presos no Pará, acusados de darem apoio logístico à quadrilha.

 


Comente esta notícia