Cuiabá, 30 de Novembro de 2022
logo

23 de Novembro de 2022, 14h:16 - A | A

PODERES / REPRESENTAÇÃO NO TSE

Partido de Bolsonaro quer anular 3.886 urnas ultilizadas em Mato Grosso

O Partido Liberal pediu anulação dos votos de 250 mil urnas em todo o país. Relatório técnico apontou "mau funcionamento"

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT



Dados do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) apontam que 3.886 urnas das quais o Partido Liberal pediu a anulação de votos foram utilizadas nas eleilções de 2022 no estado. A alegação do PL é de "mau funcionamento". O PL, partido do presidente Jair Bolsonaro, entrou com uma Representação Eleitoral no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a anulação dos votos de 250 mil equipamentos.

Conforme apurou o RepórterMT, o Estado utilizou 7.642 urnas nesta eleição e, deste total, 3.886 urnas são do mesmo modelo denunciado pelo PL.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Leia mais: Bolsonaro diz que teve 51% dos votos no 2º turno e pede anulação de 250 mil urnas por "mau funcionamento"

Em coletiva de imprensa realizada na terça-feira (22), o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, afirmou que houve “desconformidades irreparáveis de mau funcionamento” nos modelos UE2009, UE2010, UE2011, UE2013 e UE2015 das urnas eletrônicas.

Vale ressaltar que em Mato Grosso o presidente Jair Bolsonaro teve mais de 65% dos votos válidos no segundo turno. 

Comente esta notícia