facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 22 de Julho de 2024
22 de Julho de 2024

20 de Novembro de 2017, 11h:34 - A | A

PODERES / OLHO NO SENADO

Jayme deixa secretaria em abril e pode disputar eleições em 2018

Apesar de ser cotado como candidato a senador, o secretário de Assuntos Estratégicos, Jayme Campos, pontuou que o cargo ainda deve ser definido em acordo com os partidos que farão parte do arco de aliança.

CAROL SANFORD
DA REDAÇÃO



O secretário de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande, Jayme Campos (DEM), afirmou que deixará a pasta em abril do próximo ano, em uma possibilidade de disputar as eleições em 2018. Ele é cotado como candidato ao Senado pelo grupo político aliado ao governador Pedro Taques (PSDB).

Eu, particularmente, tenho a sensação de que está tudo muito obscuro. Acho que qualquer manifestação neste momento é precoce, na medida em que o jogo começará a ser jogado a partir do dia 30 de março. Aí dará para saber quem de fato será candidato”, concluiu Jayme Campos.

“Aqueles que estão comentando em serem candidatos e que estão exercendo algum cargo terão que se desincompatibilizar até o dia 2 de abril. Eu vou me desincompatibilizar. E, independente de ser candidato ou não, vou aguardar”, disse Jayme, em entrevista para o programa Resumo do Dia.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Apesar de ser cotado como candidato a senador, Jayme pontuou que o cargo ainda deve ser definido em acordo com os partidos que farão parte do arco de aliança. Além dele, nomes como o deputado federal Nilson Leitão (PSDB) e Mauro Mendes (PSB) também são considerados dentro da base aliada a Taques.

“É evidente que não se constrói nenhum projeto sem estar articulado, conversando com os demais partidos e sem ter aquela sensação de que você é o nome que certamente a sociedade poderia receber. Por isso, espero que tratemos deste assunto num momento oportuno, principalmente porque acho que ainda tem muita água para correr embaixo da ponte”, considerou o democrata.

Para o secretário, o momento é de aguardar, por acreditar que as movimentações políticas só comecem a partir de março do próximo ano.

“Jayme está quieto como água no poço. Aguardando, naturalmente, o quadro clarear melhor. Eu, particularmente, tenho a sensação de que está tudo muito obscuro. Acho que qualquer manifestação neste momento é precoce, na medida em que o jogo começará a ser jogado a partir do dia 30 de março. Aí dará para saber quem de fato será candidato”, concluiu Jayme Campos.

Comente esta notícia

Fenix 20/11/2017

O SR JAIME E O SR BEZZERA JA ESTAO FAZENDO HORA EXTRA NA POLITICA. AINDA PRA PIORAR O JC FEZ UM PACTO COM O TAQUES, DAI O PODER DESPOTICO SE FORRALECERA AINDA MAIS.

positivo
0
negativo
0

Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo 20/11/2017

conforme a matéria>>>>>"""Eu, particularmente, tenho a sensação de que está tudo muito obscuro""". E, ....vai continuar OBSCURO. ORA BOLAS!!! Tá de olho no SENADO??? OUTRA VEZ!!!Para não fazer NADA!!!Eta!!!Não quer largar o osso. Está na hora de dar TCHAU à POLÍTICA. CHEGA!!! Já deu o que tinha que dar.. Basta de "RAPOSAS VELHAS" na política. O eleitor mato grossense, não aguenta mais essas mesmas ladainha, mesmos discursos, mesmas falas. OLHO VIVO pessoal!! As urnas darão suas respostas. AGUARDEM......

positivo
0
negativo
0

2 comentários

1 de 1