facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 15 de Julho de 2024
15 de Julho de 2024

17 de Julho de 2022, 16h:00 - A | A

PODERES / VERMELHOU

Aliado de Lula, Fávaro diz que fazendeiros não precisam temer o MST

O senador é um dos coordenadores políticos da campanha de Lula e foi convidado por ele para ser candidato ao Governo de Mato Grosso

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT



O senador Carlos Fávaro (PSD), que foi convidado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para concorrer ao Governo de Mato Grosso, defendeu que o produtor rural não tenha medo do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

"Os produtores que têm medo do MST, não deveriam ter medo do MST, deveriam ter medo do Paulo Guedes e do Bolsonaro que vendeu a dívida deles com o Banco do Brasil por 12% do valor de face para o BTG e agora está tomando as terras deles e levando a leilão", afirmou em entrevista na última sexta-feira (15) à TV Vila Real.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Leia mais: Fávaro diz que foi colocado de ‘escanteio’ e admite que pode concorrer ao governo

A declaração de Fávaro ocorre após repúdio de sindicatos rurais de Mato Grosso contra a aliança dele, e de Neri Geller (PP), com Federação Brasil da Esperança (PT, PV e PCdoB). O senador também é um dos coordenadores da campanha de Lula no país.

 

Em uma das notas de repúdio, o Sindicato Rural da cidade de Tangará da Serra (239 km de Cuiabá), afirmaram que o PT atua em conjunto com o MST, "uma organização criminosa que invade, depreda, incendeia propriedade adquiridas com trabalho e esforço de familiar honestas"

Leia mais sobre o caso

Sindicato Rural repudia apoio de Fávaro e Neri à aliança com Lula

Fávaro destacou que não vê problema em apoiar um governo que tenha diálogo com o MST e dsse que as críticas são recebidas com serenidade desde que não sejam desrespeitosas. 

Cattani detonou

Por meio de uma postagem em seu perfil no Instagram, o deputado estadual Gilberto Cattani (PL), detonou a fala do senador Carlos Fávaro afirmando que não pagar dívidas é calote e ressaltou que não esperava isso dele.

“Olha eu sinceramente, nunca esperei que o senhor fosse fazer uma coisa dessas. Comparar a questão de dívida de quem quer que seja, com o MST esse grupo terrorista. Enquanto o senhor apoia uma pessoa que apoia o MST, como o Lula por exemplo, que disse que o movimento vai ter uma cadeira cativa no seu governo, o senhor também apoia o aborto, porque ele também fala sobre isso. Ou seja, quando apoia ele (Lula) apoia todas as ideias que ele prega”, criticou.

 

Comente esta notícia

VEIO JOAQUIM DO BRASIL 18/07/2022

Diga com quem tu andas, que eu lhe direi quem tu és

positivo
0
negativo
0

VEIO JOAQUIM DO BRASIL 18/07/2022

Literalmente VENDEU A ALMA ao diabo a troco de "poder"....

positivo
0
negativo
0

Josué 18/07/2022

Se a pessoa não sabe o que fala, deveria ficar calado, esse senador ataca o Bolsonaro como se fosse corrupto, e aparece abraçado com Lula QUE É considerado o maior corrupto do mundo, inclusive não dá para entender porque o maior ladrão do país é solto para ser candidato do país, isso á coloca os brasileiros na fama de ser ladrão, isso é inaceitável..

positivo
0
negativo
0

Jose 17/07/2022

Precisa não, ele indenizou alguma fazenda invadida plantações que destruíram ou gado que roubaram, quando tinha MST foi o tempo que os fazendeiros tomaram inúmeros prejuízos, ele esqueceu disso, pois o agro eu garanto que não esqueceu ele foi o maior causador de toda desgraça no Brasil.

positivo
0
negativo
0

4 comentários

1 de 1