Cuiabá, 02 de Fevereiro de 2023
logo

22 de Novembro de 2014, 08h:44 - A | A

OBRAS DA COPA / SANTA ROSA

Secopa afirma que trincheira será "inaugurada" semana que vem

A Trincheira Santa Rosa integra o pacote de intervenções de travessia urbana e custou R$ 26.3 milhões.

ANA ADÉLIA JÁCOMO
DA REDAÇÃO



Titular da Secretaria da Copa (Secopa), Maurício Guimarães, afirmou ao RepórterMT que a Trincheira do Santa Rosa deve ser liberada para o fluxo de veículos apenas parcialmente na próxima semana. As obras na parte inferior devem prosseguir até dezembro.

A obra, de acordo com ele, já poderia ter sido inaugurada, no entanto, o Ministério Público Estadual (MPE) pediu que adequações na sinalização da trincheira fossem realizadas.  

Localizada em área nobre da Capital, próximo ao bairro Santa Rosa, a trincheira tornou-se um ponto de congestionamento, principalmente em horários de pico. Motoristas que trafegam pela Avenida Miguel Sutil precisam usar desvios ou enfrentar o trânsito praticamente parado todos os dias.

“A trincheira do Santa rosa era pra ter sido inaugurada semana passada, mas o MP pediu para fazer uma adequação na questão da sinalização porque a obra vai continuar. Espero que esta semana possamos fazer a liberação. É mesmo só melhorar a sinalização pra que possamos liberar o trânsito e as pessoas possam sair daquele engarrafamento nas marginais”, disse Maurício.

A secretaria e a empresa Camargo Campos S.A. Engenharia e Comércio assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE), por conta de uma notificação do promotor Gerson Barbosa, do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa do MPE, que questionava a segurança da obra.

No termo, o MP afirma que a obra é viável, desde que sejam cumpridas as adequações necessárias. Eles apontam falhas na estabilidade das encostas, cortina atirantada e muro de arrimo, fissuras, situações de lixiviação e de extravasamento pontual de água ou de esgoto, de rachaduras e de drenagem, que deverão ser corrigidas assim que a licença da Sema for liberada.

Entre as exigências estabelecidas estão a construção de calçada padrão, com largura suficiente para o trânsito de pessoas sem desníveis de qualquer natureza; faixa destinada à circulação de pedestres; instalação de piso tátil; rebaixamento do meio-fio com rampa acessível para pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida; faixa para travessia de pedestres e arborização.  

A Trincheira Santa Rosa integra o pacote de intervenções de travessia urbana e custou R$ 26.3 milhões. Com 520 metros de extensão, após a conclusão, a obra irá revitalizar o fluxo de trânsito de diversos bairros de Cuiabá, entre o Goiabeiras e o Santa Rosa.

Comente esta notícia

alberto 01/12/2014

AFINAL QUANDO IRÃO INAUGURAR A TRINCHEIRA DO SANTA ROSA? ESTÁ INSUSTENTÁVEL ALGO QUE ANTES EM 10 MINUTOS FAZIAMOS AGORA 30 ....

1 comentários

1 de 1