Cuiabá, 30 de Janeiro de 2023
logo

17 de Dezembro de 2014, 08h:45 - A | A

POLÍTICA / NESTA SEXTA

Taques, Fagundes e 32 deputados eleitos em MT serão diplomados

O evento será restrito a convidados, entre eles servidores da Justiça Eleitoral, autoridades, segmentos de classe, familiares, jornalistas e amigos dos diplomados.

DA REDAÇÃO



O governador eleito Pedro Taques (PDT), os 24 deputados estaduais, os oito deputados federais, o senador Wellington Fagundes (PR) e os suplentes eleitos no dia 5 de outubro deste ano em Mato Grosso serão diplomados no dia 19 de dezembro, às 19h30, em sessão solene realizada no Centro de Eventos Pantanal.

O ato público diplomará também dois suplentes de deputados estaduais e dois de deputados federais por coligação. O evento será restrito a convidados, entre eles servidores da Justiça Eleitoral, autoridades, segmentos de classe, familiares, jornalistas e amigos dos diplomados.

A mesa de honra será composta pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), desembargador Juvenal Pereira da Silva, corregedora eleitoral Maria Helena Gargaglione Póvoas, procurador Regional Eleitoral, Douglas Guilherme Fernandes, juízes membros e autoridades convidadas. Serão diplomados, em ordem alfabética, primeiramente os deputados estaduais, seguidos dos deputados federais, senadores e suplentes e governador e vice. Os discursos terão o tempo máximo de 10 minutos cada e quatro representantes irão falar, sendo dois deputados – um estadual e um federal – escolhidos de comum acordo, o senador e o governador eleito.

De acordo com o código eleitoral, o diploma é obrigatório e exigido no momento da posse. O desembargador Juvenal Pereira da Silva destaca a importância da cerimônia de diplomação . “É o fechamento dos trabalhos do processo eleitoral. O TRE-MT cumpriu sua função com sucesso nas Eleições 2014 graças a dedicação e trabalho dos servidores, requisitados e terceirizados da Justiça Eleitoral. A diplomação fecha com chave de ouro o ciclo”.

A sessão será encerrada com a fala da corregedora regional eleitoral, do procurador regional eleitoral e do presidente do TRE. Também será apresentado um vídeo documentário institucional, que mostra todo o planejamento e preparação das Eleições 2014 e o trabalho dos servidores e colaboradores da Justiça Eleitoral. Os demais suplentes que não forem diplomados na cerimônia pública poderão retirar pessoalmente o documento a partir do dia 8 de janeiro.

Comente esta notícia