facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 24 de Maio de 2024
24 de Maio de 2024

02 de Dezembro de 2010, 16h:04 - A | A

POLÍTICA /

Governo discute com Agecopa prioridades sobre mobilidade urbana



DA REDAÇÃO

O governador Silval Barbosa esteve nesta quinta-feira (02.12) na Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo do Pantanal Fifa 2014 (Agecopa). O governador discutiu com diretoria da Agecopa para definição das ações que deverão ser implementadas, principalmente na questão das obras de mobilidade urbana, em Cuiabá e Várzea Grande.

Uma das prioridades discutidas  é o Viaduto no Santa Rosa, que vai precisar interditar boa parte da passagem para esse bairro. O primeiro passo são as obras de desbloqueios, para poder dar inicio às obras definitivas. “Só aí serão mais de 20 obras, sendo que algumas já estão licitadas e outras ainda a licitar, que são os projetos de execução", disse o governador.

Silval Barbosa disse ainda que foi debatida a forma que “vai-se proceder para envolver dos demais poderes, o Tribunal de Justiça, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso e o Ministério Público para ajudar e não deixar acontecer atrasos”. Assim como também foi tratada a questão das desapropriações das áreas que serão atingidas pelas obras de mobilidade urbana e para tal foi definido que vai se criar uma comissão com participação de todas as secretarias de Estado envolvidas com a Copa 2014, além da Agecopa. Quanto aos recursos, Silval Barbosa garantiu que vai se fazer um esforço conjunto para viabilizar as verbas que estão sendo destinadas dentro do orçamento da União.

O presidente interino da Agecopa, Yênes Magalhães, disse que a reunião com o governador foi extremamente importante para a Agecopa. “Essa visita só vem reforçar aquilo que ele já disse, que queria estar mais próximo da gestão da Copa 2014”. Yênes disse que está aguardando as definições do DNIT. Segundo ele, a partir dessas definições vai se colocar uma escala de prioridade – quais as obras mais importantes e prioritárias. “Vamos mostrar ao governador, para que ele possa ter mais segurança, e a partir daí comunicar a população, para que ela tome conhecido e saiba que tudo que estará sendo feito de uma forma bem pensada para trazer o menor transtorno possível.

O secretário Chefe da Casa Civil, Eder Moraes, disse que as visitas às secretarias de Estados, autarquias e empresas vão continuar. “Elas tem o objetivo de conhecer o perfil dos servidores que estão na linha de frente e buscar, cada vez mais, um afunilamento com o plano de governo”.

com assessoria

Comente esta notícia