Cuiabá, 03 de Fevereiro de 2023
logo

25 de Novembro de 2014, 11h:46 - A | A

POLÍTICA / STAFF DE TAQUES

Diretor da Aprosoja vai comandar Setpu e Paludo o Desenvolvimento Econômico

O governador eleito determinou que seus escolhidos façam auditorias nos contratos da infraestrutura e incentivos fiscais.

MARCIA MATOS
DA REDAÇÃO



O governador eleito Pedro Taques (PDT) anunciou na manhã desta terça-feira (25) dois novos nomes que deverão compor seu secretariado. À imprensa, o futuro chefe do Executivo Estadual apresentou Marcelo Monteiro, diretor executivo da Associação de Produtores de Soja (Aprosoja), que irá assumir a Secretaria de Infraestrutura, e o ex-secretário do Ministério da Agricultura, o agrônomo Seneri  Paludo, que ficará à frente da pasta de Desenvolvimento Econômico.

Aos jornalistas, Taques declarou que determinou ao próximo secretário de Infraestrutura que faça uma auditoria nos contratos do Estado e coloque os pagamentos em dia.

“Para que nós possamos construir mais a preço competitivo efetivamente de mercado e pagar aqueles que necessitam de recebimento no prazo correto, como no cronograma, e isso o Marcelo vai fazer”, frisou.

Quanto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o governador eleito afirmou que a pasta irá responder pelas funções das Secretarias de Indústria e Comércio, Agricultura e Turismo, que deve ter o reforço de uma agência.

“Existem algumas pessoas que entendem que a Secretaria de Turismo precisaria de uma agência, como está ocorrendo em São Paulo, ocorrendo em Goiás. Nós conversamos com o trade turístico, temos uma reunião marcada com o Caio Carvalho na agência de turismo lá de São Paulo, ele vem esta semana aqui para que nós possamos conversar a respeito da criação de uma agência o “MT Turist”, alguma coisa assim que estamos pensando junto com a fundação Dom Cabral”, declarou.

“Precisamos saber se os incentivos fiscais estão rendendo aquilo para que foram propostos"

Outro ponto destacado por Taques, que pode gerar muita polêmica é uma determinação feita por ele ao futuro secretário Seneri Paludo para que analise o quadro de incentivos fiscais que foram concedidos a empresas e indústrias no estado.

“Precisamos saber se os incentivos fiscais estão rendendo aquilo para que foram propostos, a respeito  da criação de empregos e colocação de vagas no mercado de trabalho”, argumentou.

MARCELO MONTEIRO

Formado em administração pela UFMT e mestre em economia agrícola pela Lincoln University de Nova Zelândia, Marcelo Duarte Monteiro que ficará à frente da Secretaria de Infraestrutura, é cuiabano e viveu duas vezes no exterior. No Brasil trabalhou como executivo em empresas nacionais. Em 2006 assumiu o cargo de diretor executivo da recém-criada Aprosoja, onde coordena a equipe de colaboradores, gerencia projetos e ações da entidade.

SENERI PALUDO 

Natural de São Paulo, o agrônomo Seneri Paludo se tornou referência no mercado agrícola brasileiro. De 2008 a 2010 foi superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), de 2010 a abril de 2014 foi diretor executivo da Federação da Agricultura e pecuária de Mato Grosso (Famato) e recentemente ele exerceu o cargo de secretário de política agrícola do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) ao lado do ministro Neri Geller. Paludo deixou o cargo a pouco mais de duas semanas, quando supostamente recebeu o convite de Taques.

Comente esta notícia