Cuiabá, 09 de Agosto de 2022
logo

13 de Dezembro de 2017, 16h:00 - A | A

POLÍCIA / AÇÃO INTEGRADA

Polícias Militar e Civil fazem operação em Alto Araguaia

A Operação foi deflagrada após investigação de grande movimentação de pessoas envolvidas com o comércio de entorpecente

DA REDAÇÃO



Visando proporcionar segurança e tranquilidade para a população de Alto Araguaia (415 km ao Sul de Cuiabá), a Polícia Judiciária Civil e Polícia Militar da região deflagraram, na tarde de terça-feira (12), a operação integrada “Alto Araguaia mais segura”, para cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão domiciliar.

O trabalho realizado pelos policiais civis do Núcleo Investigativo Operacional (NIO) e policiais militares teve como alvo principal cinco imóveis situados na Rua Jeronimo Samita Maia, localizada nas proximidades da Rodovia MT-100. O local conta com residências e alguns bares que são utilizados para o uso e tráfico de entorpecente.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

>>> Receba notícias no Telegram e fique bem informado

Conforme o delegado de polícia que coordenou a ação, Fernando Fleury, a operação foi deflagrada após investigação e indícios de grande movimentação de pessoas usuárias e, envolvidas com o comércio de entorpecente, que vinha ocorrendo na referida via pública. 

“Em duas das casas alvos das ordens judiciais de busca e apreensão foi comprovado que os locais haviam sido invadidos. Bem como os proprietários que já vinham recorrendo pela reintegração de posse e acabaram conseguindo proceder com a desocupação e fechamento do imóvel”, destacou o delegado Fernando Fleury.

O comandante do 4º Comando Regional, tenente-coronel Wilker Soares Sodré, ressaltou a integração das Forças de Segurança Pública. “O trabalho integrado tem proporcionado, cada vez mais, segurança aos cidadãos”.  

Durante o cumprimento dos mandados, nenhum suspeito foi preso. No entanto, os trabalhos para levantamentos de locais usados para o tráfico de drogas continuam, com o objetivo de combater a criminalidade e violência, além de fortalecer a sensação de segurança aos moradores de Alto Araguaia.

Além das buscas também foram feitas abordagens de veículos, motocicletas, revistas e checagens de pessoas, em outros bairros da cidade. A operação “Alto Araguaia mais segura” contou com 25 policiais, entre civis e militares, e sete viaturas.

Comente esta notícia