facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 21 de Junho de 2024
21 de Junho de 2024

16 de Dezembro de 2022, 14h:33 - A | A

POLÍCIA / OPERAÇÃO ALTER EGO

Polícia Civil cumpre 33 mandados em presídio de MT

Ao todo, a operação cumpriu 245 mandados de prisão e de buscas contra alvos investigados por integrar uma organização criminosa

DO REPÓRTER MT



A equipe da Polícia Civil em Primavera do Leste deu continuidade, nesta sexta-feira (16.12), ao cumprimento de mandados da Operação Retomada-Alter Ego, deflagrada na terça-feira para efetuar 245 mandados de prisão e de buscas contra alvos investigados por integrar uma organização criminosa envolvida com tráfico, roubos e homicídios na região.

Nesta sexta-feira, equipes das delegacias de Primavera do Leste cumpriram 33 mandados na unidade prisional do município, com apoio da Polícia Penal.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Foram cumpridas 13 ordens de prisão preventiva e 20 mandados de buscas e apreensões em celas da cadeia pública.

Retomada-Alter ego

A operação cumpriu mandados judiciais nas cidades de Paranatinga, Primavera do Leste, Rondonópolis e Cuiabá e contou com um aparato policial de 400 profissionais de delegacias das Diretorias de Interior, Metropolitana e de Atividades Especiais.

A operação é resultado de um trabalho conjunto realizado pela Delegacia Regional, Delegacia Municipal, Delegacia Especializada de Defesa da Mulher e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Primavera do Leste.

O ponto de partida da Operação Alter ego foi uma ação deflagrada em março deste ano, em conjunto com a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas de Goiás, que prendeu o líder do grupo criminoso. Nessa operação, foram coletados vários elementos informativos que resultaram na instauração de um novo inquérito policial.

Em nove meses de investigações, as equipes da Polícia Civil reuniram informações que comprovaram a atuação de membros de uma organização criminosa, liderada por um investigado que foi preso em Goiás, e tinha como atividade principal o tráfico de entorpecentes na região de Primavera do Leste e o fomento à execução de roubos e homicídios.

O nome da operação faz referência ao chefe da organização criminosa que criou uma nova identidade para se eximir da responsabilidade das práticas criminosas.

Álbum de fotos

PJC-MT

PJC-MT

PJC-MT

PJC-MT

PJC-MT

Comente esta notícia