facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 20 de Julho de 2024
20 de Julho de 2024

25 de Outubro de 2017, 08h:26 - A | A

POLÍCIA / FORA DE CONTROLE

Pecuarista é baleado por PM após bate-boca no trânsito em avenida de Cuiabá

O atirador, suposto cabo da PM, teria reclamado de uma ‘fechada’ feita pelo filho do pecuarista, que estava dirigindo o carro. O caso foi registrado na Fernando Corrêa

DA REDAÇÃO



Um pecuarista foi atingido por um tiro na perna durante uma discussão de trânsito na Avenida Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá, na tarde de terça-feira (24). O atirador seria cabo da Polícia Militar.

O pecuarista era passageiro em um carro de passeio dirigido pelo filho. O atirador estava em uma motocicleta e reclamou de uma “fechada” feita pelo veículo maior e passou a xingar pai e filho, que parou o carro.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A vítima relata que o motociclista já desceu com a arma nas mãos.

Após o tiro, um policial reformado tentou prender o atirador, porém ele fugiu. Ao checar a placa da moto, foi constatada como pertencente a um cabo da PM, que deve ser ouvido nos próximos dias.

O pecuarista foi encaminhado para uma unidade de saúde, onde recebeu atendimento e foi liberado. O tiro não acertou nenhum osso da perna.

O caso foi registrado na Central De Flagrantes (Cisc), do bairro Planalto, e passa a ser investigado pela Polícia Civil.

Tiros em carro

Na noite anterior, a Polícia Militar prendeu T.C.G.N., de 46 anos, pela tentativa de assassinato do idoso, J.M.S, de 63 anos, com 17 tiros, no Recanto das Seriemas, região de chácaras em Cuiabá.

Conforme informações, a tentativa de homicídio se deu por conta da disputa de um terreno entre acusado e vítima.

Leia mais

Carro de idoso é alvejado por 17 tiros após briga por posse de terreno

Comente esta notícia

Paulo 25/10/2017

Armas na mão de selvagens!? Pois é isso que somos, um país de selvagens, de gente que não se respeita, e intolerante! Qualquer discussão no trânsito, será motivo para matar; qualquer ciúme do marido, será motivo para matar. Não se constrói uma nação civilizada com armas na mão, mas se constrói uma nação civilizada com livros na mão! Sei que é impossível argumentar com quem nunca morou em países civilizados, e de forma alguma me refiro aos EUA.

positivo
0
negativo
0

Eduardo Alvarenga 25/10/2017

Quantos por cento esse policial representa de todos os policiais? Se tivesse porte livre, ele não iria para cima do motorista, porque o motorista poderia estar armado e ele ficar na pior, ele pensaria duas vezes antes de fazer isso. Além disso, havia duas pessoas no carro, duas chance dele, policial se dar mal. Discordo dessa interpretação.

positivo
0
negativo
0

Francisco Rodrigues 25/10/2017

É por isso que se deve proibir a venda e porte de armas!!. Se policiais que, supostamente, têm treinamento e deveriam saber lidar em situações de estresse, atiram em pessoas inocentes por uma simples fechada no trânsito, quem dirá quantas vidas serão perdidas por motivos banais quando armas de fogos forem vendidas para todos que têm dinheiro para comprar uma.

positivo
0
negativo
0

3 comentários

1 de 1