facebook-icon-color.png instagram-icon-color.png twitter-icon-color.png youtube-icon-color.png tiktok-icon-color.png
Cuiabá, 23 de Junho de 2024
23 de Junho de 2024

13 de Dezembro de 2022, 07h:30 - A | A

POLÍCIA / 100 MANDADOS DE PRISÃO

Mega operação pega bando de matadores, assaltantes e traficantes

Em nove meses de investigações, foram identificados vários membros da organização envolvidos com tráfico, roubos e homicídios na região de Primavera do Leste

DO REPÓRTER MT



A Polícia Civil deflagrou na manhã desta terça-feira (13.12), a Operação Retomada - Alter Ego, para cumprimento de 244 ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão, com alvos em uma organização criminosa envolvida em crimes como tráfico de drogas, furtos, roubos e homicídios em Primavera do Leste e região.

No total, são 100 mandados de prisão e 144 de busca e apreensão cumpridos nas cidades de Paranatinga, Primavera do Leste, Rondonópolis e Cuiabá.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

A operação é resultado de um trabalho conjunto realizado pela Delegacia Regional, Delegacia Municipal, Delegacia Especializada de Defesa da Mulher e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Primavera do Leste.

Investigações

Em março deste ano, a Polícia Civil em Primavera do Leste, em conjunto com a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de Goiás, deflagrou uma operação na cidade de Goiânia para cumprir mandados de prisão e busca e apreensão contra um criminoso, apontado como líder de uma organização atuante em Primavera do Leste e região.

Na operação, foram coletados vários elementos informativos que resultaram na instauração de um novo inquérito policial. Após nove meses de investigação, foram identificados membros de uma organização criminosa que praticava, principalmente, o tráfico de drogas, tendo o envolvimento identificado em outros crimes também, como furtos, roubos e homicídios.

Com base nos levantamentos, a Polícia Civil de Mato Grosso representou pelos mandados de prisão e busca e apreensão contra os alvos, que foram deferidas pela Justiça.

Nome da operação

Alter Ego significa segundo eu; substituto perfeito. O nome da operação faz referência ao chefe da organização criminosa que criou uma nova identidade para se eximir da responsabilidade das práticas criminosas.

Efetivo

Ao todo, são empregados 400 policiais civis e mais de 100 viaturas na operação Alter Ego. Participam das atividades todas as delegacias da Regional de Primavera do Leste com o apoio das Diretorias de Interior, Metropolitana e de Atividades Especiais da Polícia Civil.

 

Comente esta notícia