Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

05 de Novembro de 2014, 08h:55 - A | A

POLÍCIA / TENTATIVA DE FUGA

Detento é baleado tentando pular muro junto com outros 9 presos da PCE

Ele levou um tiro de raspão em uma das pernas e foi levado para PSM, onde recebeu alta médica e já esta preso novamente.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Um detento do Presídio Central do Estado foi baleado de raspão em uma das pernas quando tentava fugir da Unidade Prisonal na noite desta terça-feira (4). Ele teve que ser levado para o Pronto-Socorro Municipal, porém já recebeu alta médica. Outros nove também tentaram fugir da Penitenciária, mas agentes prisionais fizeram vários disparos de arma de fogo, abortando a fuga.

Ao RepórterMT, o presidente Sindicato dos Penitenciários do Estado (Sindspen), João Batista, disse que por volta das 20h, um agente de monitoração na torre três flagrou os presos já no pátio correndo em direção ao muro, com uma corda maria-tereza (feita de lençóis).

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

“O agente pediu reforço e atirou várias vezes na direção dos presos, para coibir a fuga. Um dos detentos foi atingido de raspão e levado para o hospital, mas já foi medicado e retornou ao presídio”, destacou.

Segundo Batista, após a tentativa de fuga, os agentes fizeram uma recontagem dos detentos da unidade prisional para ter certeza que ninguém teria fugido, e descobriram que os 10 presos ficavam em celas do Raio 4, onde teriam cerrado a grade com ferramentas artesanais. “Também fizemos uma varredura nos cubículos (celas) e encontramos aparelhos celulares, porções de drogas, armas artesanais e outros lençóis”, finalizou.

A Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH) deve abrir um procedimento administrativo para apurar se nenhum servidor ajudou na tentativa de fuga.

VIROU ROTINA

Somente neste ano, os agentes coibiram várias tentativas de fuga na PCE. Em uma delas, os detentos do Raio 5 (presos de alta periculosidade) chegaram de abrir um túnel de mais de 9 metros de comprimento. Em outra oportunidade, os presos cerraram a grade das celas, correram para o pátio, no entanto, foram detidos pelos agentes.

Em outra ocasião, ocorrida  no dia 24 de abril, a Polícia Militar prende Jeferson Pereira  de Jesus, de 26 anos, foi preso com três pistolas, uma espingarda calibre 12 e uma carga da explosivo de 20 quilos, que seriam usados para explodirem o muro do presídio.

Os PMs desconfiaram de três carros estacionados em um posto de combustível, no bairro São Mateus, e solicitaram a abordagem. No entanto, os suspeitos não obedeceram, abrigaram fogo contra as guarnições e fugiram.

Em rondas, os policiais conseguiram localizar um Gol de cor prata com dois suspeitos. Os dois abandonaram o carro e fugiram pela mata, porém Jeferson foi preso.

FUGA CINEMATOGRÁFICA 

Em agosto de 2012, 30 presos da PCE conseguiram fugir após uma quadrilha explodir, pelo lado de fora, o muro da unidade. O impacto da explosão abriu um buraco de aproximadamente 2.5 metros de diâmetro e mais 1.5 metros de comprimento, além de comprometer a estrutura de várias casas ao entorno do PCE.

Comente esta notícia