Cuiabá, 02 de Outubro de 2022
logo

23 de Dezembro de 2013, 14h:49 - A | A

POLÍCIA / AUDÁCIA

Bandidos quebram parede, entram na tesouraria e roubam todo o dinheiro do Itaú

Ação criminosa ocorreu na madrugada desta segunda-feira (23). PM ainda caça quadrilha que não foi identificada.

JOÃO RIBEIRO
DA REDAÇÃO



Uma quadrilha roubou todo o dinheiro do cofre da agência do banco Itaú, localizada na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA), em Cuiabá. A ação criminosa ocorreu na madrugada desta segunda-feira (23). Os suspeitos ainda não foram identificados.

Segundo informações do 3º Batalhão da Polícia Militar, por volta da 1h, os criminosos invadiram a agência bancária pelos fundos. Eles quebraram um pedaço da parede que dava acesso à tesouraria do banco, onde o cofre é instalado e levaram todo o dinheiro.

A PM foi informada do roubo após o alarma do banco ser acionado, porém quando chegou ao local os bandidos já haviam fugidos. Ao revistar o interior da agência os policiais encontraram uma alavanca e uma chave de fenda, que provavelmente foram usadas para arrombar o compartimento onde o montante estava.

Conforme a Polícia, a quadrilha não arrombou os terminais eletrônicos, instalados na parte da frente da agência.

O banco não informou a quantia levada pela quadrilha. O roubo vai ser investigado pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO).

VIROU ROTINA

Em uma ação parecida, um grupo criminoso invadiu a agência do Santander, no bairro Boa Esperança, na capital, e roubou todo o dinheiro do cofre. Além de dois revólveres usados pelos vigias do local. O roubo também ocorreu durante a madrugada, do dia 2 de dezembro.

Conforme a PM, os bandidos entraram pela agência pelos fundos e desligaram o sistema de alarme. Eles foram até a tesouraria e com a ajuda de um maçarico, abriram o cofre, pegaram o dinheiro e fugiram.

Não satisfeitos, a quadrilha ainda tentou arrombar um caixa-eletrônico, mas não conseguiram e fugiram. O roubo só foi descoberto no período da manhã, quando os funcionários chegaram para trabalhar.

Comente esta notícia