Cuiabá, 20 de Agosto de 2022
logo

27 de Dezembro de 2017, 13h:50 - A | A

PODERES / R$ 2,2 BILHÕES

Vereadores aprovam orçamento de Cuiabá e entram em recesso

A proposta aprovada foi um substitutivo ao texto original entregue pela Prefeitura de Cuiabá, em setembro, em que foi feito acréscimo de R$ 49 milhões ao inicialmente orçado.

CAROL SANFORD
DA REDAÇÃO



Em duas sessões extraordinárias, nesta quarta-feira (27), os vereadores de Cuiabá aprovaram a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o ano de 2018. A previsão de receita para a Capital mato-grossense é de R$ 2,2 bilhões.

A proposta aprovada foi um substitutivo ao texto original entregue pela Prefeitura de Cuiabá, em setembro, em que foi feito acréscimo de R$ 49 milhões ao inicialmente orçado.

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Desse valor “extra”, serão distribuídos R$ 35 milhões à Educação, R$ 8 milhões à Saúde, R$ 2 milhões à Assistência Social e o restante para outras Secretarias. Assim, o orçamento para a Educação passou de R$ 413 milhões para R$ 448 milhões. Já para Saúde, de R$ 746 milhões para R$ 754 milhões, enquanto para a Assistência Social, de R$ 45 milhões para R$ 47 milhões.

O duodécimo a ser repassado à Câmara de Vereadores ficou definido em R$ 51,8 milhões. Em 2017, o repasse ao Legislativo estava orçado em R$ 42,1 milhões e a Casa pediu suplementação de R$ 6,7 milhões ao Executivo, que foi barrada pela Justiça. Com o valor atual, não haverá a necessidade de suplementação.

Os vereadores apresentaram R$ 8,7 milhões em emendas impositivas, sendo R$ 350 mil para cada parlamentar. Ao todo, foram 104 emendas apresentadas.

Para o líder do Executivo municipal na Câmara, Lilo Pinheiro (PR), o orçamento aprovado foi plausível e “pé no chão”.

“O orçamento aprovado não sofreu qualquer prejuízo à população, pois garante recursos nas áreas de Saúde e Educação. Prezamos pela responsabilidade fiscal de forma bastante ‘pé no chão’”, comentou o vereador.

Faltaram às sessões os vereadores Diego Guimarães (PP), Marcelo Bussiki (PSB), Dilemário Alendar (Pros), Toninho de Souza (PSD) e Gilberto Figueiredo (PSB). O vereador Felipe Wellaton (PV) se absteve da votação da LOA.

Após as sessões extraordinárias, os vereadores entram em recesso e voltam às atividades parlamentares no dia 5 de fevereiro.

Confira os valores destinados a cada Secretaria

Orçamento Cuiabá 2018
Orçamento Cuiabá 2018

Comente esta notícia