Cuiabá, 29 de Janeiro de 2023
logo

02 de Dezembro de 2014, 12h:09 - A | A

PAPO RETO / DILMAIS DE RUIM

Indústria nacional recua 3%; equipe econômica sinaliza 'aperto'

REUTERS



A produção industrial brasileira ficou estagnada em outubro, pior do que o esperado e iniciando o último trimestre do ano sem força, com mau desempenho em todas as categorias, sobretudo na de bens de consumo.

Sobre um ano antes, a atividade recuou 3,6% em outubro, informou o Instituto Brasileiro de Geografia a Estatística (IBGE) nesta terça-feira, acumulando em 12 meses queda de 2,6%, o pior desempenho desde setembro de 2012 (-2,9%). 

De janeiro a outubro deste ano em relação aos dez primeiros meses do ano passado, a queda é de 3%.

Pesquisa da Reuters com analistas mostrou que a expectativa era de que a produção industrial subisse 0,30% na comparação mensal e queda de 3% na anual.  Pesquisa Focus do Banco Central com economistas mostra que a projeção é de contração de 2,26% da indústria neste ano e crescimento de 1,13% em 2015. Para o PIB, as contas são de crescimento de 0,19% e 0,77%, respectivamente.

A nova equipe econômica - encabeçada por Joaquim Levy no Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa no Planejamento e Alexandre Tombini no Banco Central - já sinalizou mais rigor fiscal para tentar recuperar a confiança dos agentes econômicos. 

>>> Clique aqui e receba notícias de MT na palma da sua mão

Comente esta notícia