Cuiabá, 06 de Outubro de 2022
logo

02 de Dezembro de 2013, 19h:50 - A | A

OBRAS DA COPA / ARENA PANTANAL

Maurício se \'enrola\' com pergunta, comete ato falho e diz que obra não fica pronta esse ano

O secretário disse que as cadeiras já estavam sendo instaladas, mas cometeu ato falho e entregou que as unidades só chegam na semana que vem

MARCIA MATOS
DA REDAÇÃO



Com menos de 30 dias para esgotar o prazo de entrega da Arena Pantanal, o titular da Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa), Maurício Guimarães já admite que nem tudo fica pronto esse ano.
Em declaração à imprensa, durante as inaugurações desta segunda (2), o secretário afirmou que os assentos só estarão devidamente instalados em 2014.

Com pressa para compor o dispositivo da solenidade de inauguração, Maurício Guimarães acabou se “enrolando” ao dizer que a instalação das cadeiras já começou, mas as mesmas só chegam na próxima semana. “Vamos ter pra início de 2014, só a finalização da instalação das cadeiras, que já está iniciada. Indagado pela reportagem sobre "quando chegariam as cadeiras", Maurício cometeu ato falho e disse: "as cadeiras chegam dia 10 [de dezembro]”. Percebendo que havia falado 'demais' o Maurício acabou ficando nervoso.

De acordo com informações repassadas pelo próprio secretário, ao RepórterMT, há pelo menos uma semana, as obras da Arena Pantanal, não têm avançado.

Há sete dias (25/11), o secretário disse que teria início naquela semana a instalação do gramado.  (Leia AQUI). Nesta segunda (2), ele afirmou que o serviço terá início nesta quarta, ou quinta-feira.
A previsão da chegada das cadeiras também foi “mantida”. O prazo continua sendo de uma semana. Dia 25, Maurício declarou que os assentos chegariam esta semana, agora ele garante que chegam na semana que vem.

Cerca de 45 mil assentos serão instalados nas arquibancadas e camarotes. A instalação será feita pela Kango Brasil após suspeitas de superfaturamento. As cadeiras custaram, cada uma, cerca de R$ 370,00, quase R$ 200,00 a mais do que as instaladas no Mané Garrincha, em Brasília.

Relembrando a polêmica

O Ministério Público Estadual chegou a notificar a Secopa pelo valor de R$19,4 milhões, que seriam pagos pelos assentos. O Governo do Estado então, cancelou o acordo feito e abriu um novo pregão. Após um acordo judicial retomar o contrato com a Kango Brasil, o pregão também foi cancelado.

Inauguração

Extrapolando a data limite da Fifa para a entrega de todos os estádios da Copa, marcada para o dia 31 de dezembro, Maurício Guimarães, declarou que a previsão é entregar a obra dia 15 de janeiro.

Comente esta notícia